EUA: Pai processa igreja por perturbar funeral

 

O pai de um mariner americano, Mathew Synder, irá processar a Igreja Batista de Kansas pelo protesto contra a homossexualidade acontecido durante o funeral de seu filho. O rapaz que tinha 20 anos foi morto em um acidente de carro no Iraque. Durante o seu velório, em março, havia placas dizendo “Obrigado Senhor por matar os soldados”, entre outras frases. O motivo do protesto é que algumas igrejas  pregam que incidentes como o furacão Katrina, o atentado de 11 de setembro, a guerra do Iraque, a aids... são castigos divinos pela tolerância americana aos gays. Em tempo, o rapaz não era homossexual.

Categoria: 




Conteúdo relacionado