Barbie lésbica não pode

Uma exposição no bar Era só o que faltava..., em Curitiba, que retrata a boneca mais famosa do mundo em cenas de intimidade com outras bonecas, chamou a atenção da fabricante, dona da marca, a Mattel. Os advogados da subsidiária brasileira solicitaram extra-judicialmente que a artista Karin Schwarz encerre a exposição “Bárbaras Garotas”, por usar a imagem da boneca em cena que descaracterizam o universo infantil a qual pertence. O grupo Dignidade está mediando a conversação. A artista se negou a retirar a exposição, que continua no local. Mais informações: www.karuska.com

Categoria: 




Conteúdo relacionado