Depilação vs. Discrição

Estive lendo esses dias uma reportagem que tratava da depilação masculina, dizia que o número de adeptos a essa prática cresce a cada ano no Brasil. É verdade que muitos depilados são heteros, tudo bem, mas eu acredito – opinião minha, apenas – que a maioria dos meninos que se depila, sejam gays ou bis, se preocupam com a aparência. Um grande problema é quando você é gay, não assumido. As pessoas desconfiam (familiares ou não) e você não quer dar pistas de sua sexualidade. Nesse caso, fazer a depilação é mais complicado pois, para muitos, só os gays se depilam.

E ainda tem os casos em que a família sabe que o rapaz é gay, mas o pressiona a não se depilar e a não fazer nada que possa dar indícios, às outras pessoas, sobre sua identidade sexual. É aí que entra o dilema: depilar ou não depilar? Eis a questão. Logo, mais um problema. Então como é que fica? O cara quer tirar os pêlos que o desagradam, mas convenções e pressões o impedem. É um transtorno. Fica aquela dúvida do que fazer, porque pensa: se não me depilar vou ficar incomodado, mas, se me depilar, vão me criticar.

Sinceramente, eu acho um absurdo e uma grande ignorância das pessoas que são contra depilação em homens. Os pêlos só existem para proteger a nossa pele do frio, mas o homem moderno não precisa mais dessa proteção e, hoje, usamos roupas. Às vezes, acho a depilação até uma questão de higiene. Não condeno quem curte pêlos, mas eu prefiro tudo aparadinho, acho até mais sexy. No entanto, é verdade que o preconceito corre solto pelas casas, ruas da cidade e do mundo. Um homem, por mais machão que seja, sempre que assume depilar uma parte do corpo, ouve alguma pérola.

Pensando bem, não é só a depilação que sofre esse tipo de discriminação. Apesar de atualmente a mídia difundir bastante o termo ‘metrossexual’ aos homens heteros vaidosos, a realidade é que eles também pagam um preço alto pela sua vaidade. Além do valor capitalista da questão, é claro. Antes de o cara ser ‘metrossexual’ ele é tachado como ‘viado’, até que o próprio prove o contrário. O real problema não é o fato de o homem usar cremes anti-rugas, se depilar, fazer bronzeamento artificial, se vestir bem e ser rotulado de gay. O problema é: o preconceito existente em ser gay, ou parecer.

É isso aí galera...
Beijos e até mais.




Comentários

Nossaaaaaaaa....Parabéns Nando....que isso, vc escreve muito bem e que final eh esse?????? Nossa muito perfeito....vc ja fez jornalismo neh? Num eh possivel....já esta até deixando perguntas no ar...que chique... Parabéns pela coluna.... Que corten Más Limones!

Muito bem debatido este assunto, hoje em dia homens ou gays sofrem preconceito por se cuidar, por ser vaidoso! Que mulher que não gosta de um homem perfumado, com o corpo macio! E por falar em pelos, eu odeio pelos! Por mim meu marido não teria toda aquela "pelarada"!!!!

Conteúdo relacionado