Amor marginal

Cléberson do Rosário, 24 anos, cabeleireiro, estava preso por roubo no Centro de Detenção de Aparecidinha, próximo a Sorocaba, no interior paulista. Foi solto e em menos de 4 dias depois voltou à cadeia. Foi detido em flagrante, ao assaltar uma mulher em frente da delegacia da cidade. Feliz, voltou para a cadeia, para rever seu namorado.

Um dia antes, havia comparecido à delegacia, afirmando saudades de seu companheiro, queria ser preso novamente. Como ele não havia cometido nenhum crime, o pedido foi negado. Não satisfeito, logo depois, assaltou uma mulher que passava em frente da delegacia, mas não fugiu. A cena teve até requintes dramáticos, com a mulher gritando e o ladrão vestido de mulher. Mal a vítima sabia que era uma artimanha arquitetada por Cléberson, em nome do amor.

 

Categoria: 




Comentários

Se realmente foi 1 amor verdadeiro, vale a pena..... caso contrário....

Se realmente foi 1 amor verdadeiro, vale a pena..... caso contrário....

Conteúdo relacionado