Transexuais (parte 1 de 4) - Ser transexual

Muitos me perguntam o que é ser transexual ou até mesmo o que é uma transexual. De um termo acadêmico, uma transexual tem um transtorno de identidade sexual, isto é, alguém que não aceita seu próprio sexo. Mas há muito mais verdades neste contexto do que uma simples nomenclatura.

Apresentarei, então, uma série de artigos explicando um pouco sobre este mundo fantástico, curioso e instigante em que vive uma transexual.

Primeiramente, gostaria de afirmar que só usamos nomenclatura para nos orientarmos, porém, todo ser humano é indivíduo, isto é, único. Entre as transexuais também veremos isso, umas mais ousadas, outras mais recatadas, umas mais simpáticas, outras nem tanto, umas mais felizes, outras menos, e assim por diante, como todo ser humano é.

Ainda há uma grande dúvida entre a população do que é ser transexual e o que é ser travesti. Transexual é aquele que tem aversão sim, ao sexo anatômico, mas que se sente, de corpo e alma, pertencente ao sexo oposto. Mas isto não está só no sentir, o que o leva a agir como do outro sexo, mas também em características físicas naturais, como voz, rosto, pele.

Abordarei nesta série os transexuais masculinos, isto é, aqueles que nasceram menininhos e se transformaram em belas mulheres.

Uma coisa deve ficar bem clara: tudo o que uma transexual quer é ser vista como “normal”. Quero dizer, da forma de normalidade imposta pela sociedade. Não quer ser vista como alguém especial, alguém diferente, como fonte de curiosidade, como forma de fantasia. Ela quer ser uma mulher. Quer ser respeitada e amada como tal. Quer viver as fantasias femininas, os sonhos, as paixões. Quer participar da vida e da sociedade da forma que lhe é prazerosa e não como lhe é imposto.

Uma transexual pode viver perfeitamente em uma sociedade, assumindo um papel inteiramente feminino, apesar de que alguns olhos saberão dizer que não é totalmente uma mulher, mas passará despercebida perante os olhos de muitos e mesmo aqueles olhos mais críticos ficarão na dúvida se é ou não diferente.

Quero apresentar nesta série grandes transexuais, mulheres de valor inestimável, de grande força e garra, de enorme sonho e vontade, que mostraram a uma sociedade, por vezes machista, seu valor e que fizeram muito mais que uma simples mulher faria.

Então, saudemos em breve estas maravilhosas mulheres, que carregam consigo o grande equilíbrio entre o masculino e o feminino.  




Comentários

Da-lhe! Parabéns pelo texto! Admiro muito tua inteligência e personalidade! Que orgulho que eu tenho dessa prima! Sucesso!! Beijão!

Parabéns! Esse assunto que você aborda causa confusão entre muitos... parabéns mesmo...

bom, a lu eh d+, adorei os temas q ela esta abordando e da forma em isso esta sendo feito, parabens e sucesso a todos da revista!!!

ACHO Q A LIBERDADE DE EXPRESSÃO É FUNDAMENTAL......ARRASOU MAIS UMA VEZ COMO SEMPRE.. CONTINUE ASSIM..ABRAÇOS

Eu vou ser breve e curto... Lou voçê arrasou abordando esse tema... A maioria das mulheres mulheres, não chegam nem aos pés das transexuais, porquê? Falta dialogo, entendimento, elas esquecem de serem mulheres querem competir uma com as outras pra ver quem é a mais magra e coisa e tal, mais é isso que eu penso...Lou voçê é 1000, continue assim!!!

É isso ai amiga!!! Muitos são julgados e poucos compreendidos de fato. O importante é o que vc sente, não importa como vc sente. Pessoas são pessoas, independente de sexo, crença ou religião. Nada pode mudar o seu eu verdadeiro. Gosto da sua coragem de expor suas idéias sem medo do que possam dizer ou pensar. Continue assim.... Sensível e incrível.. Parabéns pelo que vc é e sente....

Lou!!! menina vc é de +, bom este tema que esta abordando, pessoas leigas no assunto precisam ter uma visão melhor dos fatos e saber que todo o ser humano é único, e vc esta arrazando!!! Beijinhos linda!!!

Lou... sem palavras pra dimensionar um assunto incômodo para muitos duma forma delicada. Parabéns!

Muito bem colocado!! Minha irmã é transexual já vivendo como mulher que sempre foi e posso dizer que é isso mesmo!! É uma pena que ainda exista tanta confusão com essas nomenclaturas! Isso gera ainda mais preconceito!!

Mais uma da Lou....parabéns, mulher, vc sempre escrevendo de forma fantástica! Grande Beijo

Querida este artigo ficou ótimo,só uma correção transexual que nasce menino e vira menina é MtF(male to female),só isso gata!Mas olha adorei emsmo viu!! até coloquei o artigo na minha comunidade do orkut"Movimento Trans". Obrigada florzinha! Um beijão.

Conteúdo relacionado