Super Gays Ativar!

Super Gays, ativar!
Forma de boto cor-de-rosa!

Se as alucinações do pastor Silas Malafaia se concretizassem, seria assim que nós em breve falaríamos. E não seriamos os mocinhos, mas, sim os bandidos.

No dia 08 de setembro, enquanto trocava de canais, encontrei Malafaia abordando a homossexualidade em seu programa. No entanto, me chamou muita atenção a maneira com que ele tratava do assunto. Pela primeira vez eu vejo alguém falar de maneira tão fora de órbita sobre os gays. Quem ouvia, imaginava que os gays eram seres de outro planeta e que vieram a Terra para dominar o mundo. E foi bem isso o que ele disse: que os gays querem dominar tudo.

Além de afirmar que fará de tudo para que o projeto de lei que criminaliza a homofobia não seja aprovado. Pois, segundo ele, todos têm o direito de se expressar mesmo que seja de maneira preconceituosa. E que, se fosse preciso, levaria às ruas um grande protesto a favor de suas idéias, provocando, assim, um cisma no país. Falou ainda da “heterofobia”; pois, para ele, se existe homofobia, também existiria “heterofobia”. Mas, por acaso, alguém já viu algum gay “xingar” um heterossexual pelo simples fato de ele ser hetero?

Malafaia ignora que os movimentos gays não tenham a pretensão de que todas as pessoas aceitem sua condição sexual. E que não pedem que todos concordem, mas que apenas respeitem as diversidades de uma sociedade tida como moderna e racional.

Os gays somente buscam a igualdade. E a realidade é que são os sensacionalistas irresponsáveis, como esse senhor, que não se importam com as limitações que uma sociedade ditatorial, machista, preconceituosa e hipócrita impõe aos homossexuais e que distorcem suas as palavras e sua luta a favor da igualdade e do respeito.




Conteúdo relacionado