Relatos de uma bicha no Canadá - Parte 2

Chegar a conclusões nesse lugar é impossível, a única possibilidade aqui não existe, e esse é o perigo. Where lie your desire?

Entende? Tudo, tem tudo aqui, tudo o que você quiser, mas nada ao seu alcance. Ao mesmo tempo em que tudo está ao alcance inerte das suas mãos, o tempo te curte, como o vinho.

Afinal, é o que dizem: homem é como vinho, melhora com o tempo, mas depois de muito tempo, azeda e vira vinagre.

And there is where lies the dangerous thing.
Who is able to say when it is wine or bitter?

Há quem goste. Há quem goste. Sempre há quem goste.
(Como diria Fernanda Porto, “... pra Madonna comer, até pagava, mas tem quem coma de graça...”)

E você, gosta do que? Você sabe do que gosta? Tem certeza? E já achou o que te satisfaça? Tem certeza que te satisfaz? Nada satisfaz mais ninguém, those days. The life is nothing but desires and expensive things.

Ha. quem viva sem nada, mas isso lá é vida? Reza a lenda que nascemos pra ser feliz, mas a outra ponta da lenda diz que a busca pela felicidade traz infelicidade. Percebe? São coisas tão antagônicas que é quase uma coisa de “desista, não dá”. Mas há quem persista. Sempre há quem persista, afinal, suicídio é coisa de Losers. Será? Você teria coragem de se matar? Eu não tenho. Não porque eu temo a Morte, eu temo o que vem depois dela. Você coloca sua mão no fogo pra saber se vai queimar? Eu não.

Depois de passar por muitas mortes, você carrega sua ultima vida nos ombros, dentro do peito e apertada na sua cintura. Você sabe que viver é horrível mas que morrer será pior, então, persiste.
Dizem que a vida é uma chance para provar que você a merece. Hoje em dia, looks more a burden than a gift.

O que seria de você sem a sua camiseta cara e seus cartões de crédito? O que seria do seu nome sem seu salário? O que você faz com seu salário?

Sabe o que me enoja por aqui? Quando eu primeiro pisei em Abbotsford, fui dar uma volta pelas ruas e havia DIVERSAS pessoas que, de tão gordas, andavam em scooters (uma cadeira de rodas motorizada) pois suas pernas não agüentavam o próprio peso. O que há de errado com essa gente? Enquanto milhões de pessoas não saem do lugar pois não tem comida e, portanto, não tem força pra andar, eles comem tanto que não se agüentam em pé.

Isso me deixa tão frustrado, pois, o que se pode fazer? Nada. Isso que é o pior. Não poder fazer nada frustra qualquer um.
Pacifista ou fascista. Guerreiro ou Sniper. Não poder fazer nada vai corroer seu estômago. Vai deixar você tão de cara que quando chegar em casa, vai abraçar um travesseiro e assistir Breakfast at Tiffany’s, só pra lembrar que a vida não é tão ruim.

E não é mesmo, de fato há coisas boas por ai, o difícil é ter um olho capaz de vê-las. Where lie your desire?



Conteúdo relacionado