Preconceito contra as Drags

Olá queridos! Vocês vão bem? Realmente espero que esteja tudo tranqüilo.

Amados, idolatrados e estimados membros da comunidade GLBTTS, nossa quanta coisa, né? Hoje meu assunto será diferente do que habitualmente eu escrevo aqui, acreditem, vou fazer a linha séria! Então vamos lá... Todos nós gays de alguma forma já sofremos preconceito direto ou indiretamente de pessoas fora do nosso meio, é comum ouvirmos piadinhas de mal gosto, agressões verbais e físicas, enfim, uóh!

Agora o que me deixa extremamente chateada é sofrer preconceito dentro do nosso próprio meio GLBTTS, é o fim! Quero falar sobre o preconceito com as drags queens. Euzinha, ou melhor minha personagem Schayévanni Shay, trabalho na noite gay como drag queen, sou hostess e apresentadora de uma casa noturna em Balneário Camboriú, litoral de SC, há 2 anos. Comecei de brincadeira como quase todas a Drags e acabei levando a sério.

Desde que comecei esta "brincadeira" já ralei muito, ouvi muito, sofri muito, é incrível como alguns gays nos tratam, simplesmente fingem que você não existe ou saem por aí falando mal, fazendo fofocas, te fazendo sentir inútil ali na porta da boate e até mesmo no palco. SERÁ QUE DÓI FALAR UM “BOA NOITE” PARA A PESSOA QUE ESTÁ NA PORTA DA BOATE TE CUMPRIMENTANDO?

Volta e meia escuto falar, que Fulano e Cicrano não gostam de drags, que isso é inaceitável, que você é gay mais não uma mulher, então pra que ficar se vestindo de mulher, uma infinidade de coisas. Agora, quem disse que somos mulheres? Drag queen é uma mistura de homem e mulher, é a figura masculina com trejeitos escandalosos, roupas coloridas, maquiagens altas e com muito brilho, alegria em pessoa.

Você pensa que as drag queens não têm sentimentos, que não amamos, que não precisamos de amor, que vivemos sempre bem pelo simples fato de sempre estarmos com roupas coloridas e com maquiagens que tapam nossas verdadeiras faces?

Somos pessoas normais por baixo de toda aquela maquiagem. Homens, gays. Amamos, desejamos... Você pode dizer que não ficaria com uma drag queen pelo fato de lembrar uma mulher, mas e se tiramos a maquiagem e mostrarmos nossa verdadeira face, mostrarmos que somos iguais a você, você mudaria de idéia?

Encare isso como profissão, ser drag queen não é ser travesti, drags queens não são drags queens 24 horas por dia. Desculpe-me, todas as minhas amigas companheiras drags mas aquelas que dizem que nunca foram discriminadas no mundo gay acho que estão mentindo. E o assunto preconceito é tão amplo em nosso meio que eu podia citar aqui mil outros exemplos como o preconceito contra os travestis, contra o gay afeminado, contra os gays mais velhos, enfim, tantos outros.

Amores, é lamentável que nós que lutamos tanto por respeito e igualdade não respeitamos nossa própria classe, não generalizo, pois existem pessoas que amam drags, apreciam o nosso trabalho pessoas que realmente nos querem bem e que sabem que dizer boa noite para uma drag não dói.

Amados, eu resumi toda a história, tinha um texto enorme que eu queria colocar aqui, mais achei melhor diminuir, o assunto é chato eu sei, mais eu precisava expressar isso com vocês, agora vai de cada um, você pode aceitar ou não aceitar mas jamais deve julgar e pensar que somos diferentes dos outros gays só porque somos Drags Queens.

Nossa, tinha tanta coisa pra escrever que fugiu tudo da minha cabecinha pequena, acho que é a raiz que ta crescendo, abafa! Vamos dar umas rapidinhas antes de terminar... alokaa!

Floripa tá tão fria, mas é impressionante como o gay não se importa com isso, as baladas estão cheias.  Balneário Camboriú que anda fraca, boates quase vazias, as gays fugindo do frio. Itajaí, cidade vizinha a Balneário realizou sua 2ª parada gay, a festa contou com a presença de Elke Maravilha foi escândalo, luxo e muita alegria.

Amados, queria dizer que depois de dois anos como hostess da boate NEW HEAVEN em BC, estou deixando o posto vago, aloka! Mas por uma boa causa, estou indo morar em São Paulo, realizar alguns projetos pessoais e mudar um pouco de vida, mereço né. Rs

Mas vamos continuar a nos falar de lá, espero. No mais, era isso! Com mil projetos na cabeça e o coração na mão, prometo voltar. E a vida segue, sempre pra frente!

Mil beijos..
Schayévanni Shay 

Categoria: 




Comentários

Sou gay e odeio as boates que tem na frente drag queens falando de quem entra e sai cuidando da vida de todo mundo !

Drag dentro ou fora da boate é moda que passou há mais de 10 anos. Se vc vai pra são Paulo, então não faz a louca e deixa o personagem em SC. Põe fogo nas fantasias e aprende a ser homem. Vai ser feliz, viado, mas como homem!!

então eu sei que rola mesmo esse preconceito, mas tem um monte que fala mal e em casa coloca o salto da mãe e a calcinha da irmã e quer se sentir...então eu acho que cada um faz o que quer independente de moda ow"zé mané" e thiago se toca guri...tem muita drag que pega muito mais homem que tu na vida inteira ...e no carnaval todo mundo coloca uma peruca sim que eu sei..vivam as drags são tudo luxo poder e glória na carreira....eu já fui drag e hoje arrazo no corpão de boy e meu cú

Sou gay e odeio as boates que tem na frente drag queens falando de quem entra e sai cuidando da vida de todo mundo !

Drag dentro ou fora da boate é moda que passou há mais de 10 anos. Se vc vai pra são Paulo, então não faz a louca e deixa o personagem em SC. Põe fogo nas fantasias e aprende a ser homem. Vai ser feliz, viado, mas como homem!!

então eu sei que rola mesmo esse preconceito, mas tem um monte que fala mal e em casa coloca o salto da mãe e a calcinha da irmã e quer se sentir...então eu acho que cada um faz o que quer independente de moda ow"zé mané" e thiago se toca guri...tem muita drag que pega muito mais homem que tu na vida inteira ...e no carnaval todo mundo coloca uma peruca sim que eu sei..vivam as drags são tudo luxo poder e glória na carreira....eu já fui drag e hoje arrazo no corpão de boy e meu cú

Comentar

Conteúdo relacionado