10 dicas para não se passar por chato e assustar o cara que conheceu na balada

Guia de sobrevivência para a primeira semana do que pode vir a ser um namoro

Ficou com um cara lindo na balada? Calma, não vai agora sair espalhando e ligando, comprando presente nem nada. Vão aí 10 dicas para pelo menos você sair dignamente da “fase” do estamos nos conhecendo e aumentar as suas chances de começar um namoro. São sugestões, não é regra, mas divirta-se e cite outras dicas se deixamos passar alguma. Depois faremos dicas para o primeiro encontro (ou reencontro).

1 – Evite ligar ou mandar mensagem nas primeiras 48h. E nem depois de alguns dias. Se você é ansioso, vá praticar ioga ou sair com os amigos. Também não vai sair e insistir para ficar com o cara duas noite seguidas, se o encontrar de novo do nada. Se for por acaso, se ele quiser, claro que rola, mas não demonstre que quer casar com o cara. Encontrou? Apenas cumprimente de longe (pode ser que ele tenha namorado ou rolo por perto e te omitiu), com um sorriso, mas nada de chegar grudando ou beijando. Fique atento aos sinais. Não é regra, mas fuja das incertezas e do mico. Também não fique com outro na frente dele, a não ser que ele já esteja ficando. Mantenha contato visual e sinta o que rola, antes de se aproximar. Respeite o território dele.

2 – Não dê presente ou convide para ir à sua casa. Mesmo que ele já conheça o caminho, lembre-se que ainda é cedo. Pode até funcionar mas você não sabe a verdadeira intenção desta pessoa e pode estar dando o sinal errado. Também não apresente aos pais ou amigos antes de saber se vai dar certo. Mas lembre-se de dar prioridade a sua segurança, deixando ao menos um amigo ciente de que você está vendo uma pessoa nova na sua vida e quem ela é.

3 – Não fale de relacionamentos anteriores. Falar de ex vai complicar a vida de vocês para sempre. Alguns casos dizem que você é perdedor como “fui traído e fiquei bem mal” – primeiro por você ter sido colocado para a reserva (todo mundo quer o titular), depois por você ainda chorar por esse cara que não te merece e não se mostrar livre. Não mostre fraqueza, demonstre equilíbrio e auto-confiança.

 4 – Não apresse as coisas. Ficaram uma, duas, três vezes... não toque na expressão “algo mais sério”, ela causa pânico em algumas pessoas. Também não pergunte diretamente o que a pessoa pretende com você. Faça perguntas abertas como “quais os seus planos de vida?”, se ela não incluir alguém, acredite, é causa perdida.

5 – Faça mais do que sexo. Se é isso que você pretende, faça programas divertidos que não incluem necessariamente sexo. Não force uma agenda para cima da pessoa, apenas diga que vai chamar algum amigo para ir ao cinema, por exemplo, daí você pergunta se ele já assistiu tal filme, sem convidar imediatamente. Se ela disse que queria ver este filme, é um sinal verde. Seja bem despojado para não assustar. E não programe convites muito íntimos para o primeiro encontro.

6 – Foi bom pra você? Esta pergunta mata qualquer tesão. Se foi bom pra você, demonstre com um sorriso, olhar, e se perguntarem não precisa encher a bola da pessoa. E muito menos fazer uma enquete. Sexo é muito importante mas se você parar para analisar: ou é bom ou é ruim e a verdade será sempre um mistério. Dê tudo de você para o seu prazer, satisfaça a pessoa mas não se sinta na obrigação de ter que agradar. Não faça perguntas demais durante ou depois. Se quiser descobrir as preferências da pessoa, pergunte outra hora. Depois do orgasmo, não grude na pessoa. Tem gente que precisa de um tempo, tem gente que corre direto ao banho, dê espaço mas sem deixar o romantismo morrer. Não vista a cueca em seguida, tente ser romântico sem ser pegajoso. Se a pessoa falar “vai embora”, melhor ir.

7 – Não conte mentiras. Se você fuma, assuma. Se você é pobre, também. Nada de contar vantagens ou dizer que está apaixonado para garantir o interesse da pessoa desinformada. Seja sincero e autêntico pois ao final pode nascer ainda uma bela amizade. Além disso, você pode ter amigos ou ex-namorados em comum, e a máscara sempre cai.

8 – Não conte vantagens. Se você tem muito, não precisa ostentar. Não empurre suas neuras para cima da pessoa que acabou de entrar na sua vida, deixe-a conhecer primeiro as suas qualidades e depois os seus defeitos. Não tente ser o sabichão e opinar sobre tudo ou mostrar que você é superdotado, intelectualmente. Também não fale dos defeitos, afinal, o amor é cego. Se aproveite disso.

9 – Não force demais a intimidade. Não precisa contar o que conversa com os amigos, falar mal de fulado de tal ou usar vocabulário chulo. Não precisa citar exemplos do passado ou discutir a relação que não existe, relaxe. Saiba que a cada novo pretendente é uma nova chance de ser feliz, mas aprenda com os erros e guarde para você. Mais uma vez, esqueça seus traumas. Não precisa investigar a pessoas fazendo um interrogatório de seu passado. Jamais fuce nas coisas, especialmente no celular, da outra pessoa. Dê chance para que as coisas aconteçam de forma inesperada e surpreendente. Lembre-se de não entrar em assuntos polêmicos e de não fazer coisas que forçam uma intimidade fora da cama como: usar o banheiro de porta aberta, soltar gases, gargalhar ou brincadeiras que possam magoar. Não abuse da paciência alheia e seja paciente.

10 – Cuidado para você não ser o chato. Também não precisa se estressar tanto ao ponto de dizer no primeiro encontro que não quer nada sério (e sexo não é sério?), dar fora por telefone ou virar a cara na boate, essas situações não são nada agradáveis. Deixe as pessoas se aproximarem de você. Saia do seu pedestal e curta um pouco a vida, misture-se. Não faça jogos, seja sincero com você mesmo e busque sempre não magoar a outra pessoa. Quando menos você esperar vai aparecer o cara certo. Se ele demorar, vá se divertindo com os errados. E lembre-se que “o cara certo” pode ser bem diferente daquele que você imaginou... pense nisso.

Categoria: 




Comentários

Esse negócio de 48h só é válido se encontrar o gato numa quinta ou sexta-feira, afinal ainda tem o final de semana pela frente (ou por trás, vai preferência de cada um hehe)... Vai que aparece um cara mais gato ainda e você se arrepende! =) Não custa ligar, ainda mais se as intenções forem realmente para algo além de uns pegas. Mas se ligar e o cara vier com desculpas dae o negócio foi só o momento mesmo.

Me ajudou bastante. Pois conheci um cara na balada e o adicionei no orkut, não sabia o que fazer. Mas agora sim. Obrigada

Esse negócio de 48h só é válido se encontrar o gato numa quinta ou sexta-feira, afinal ainda tem o final de semana pela frente (ou por trás, vai preferência de cada um hehe)... Vai que aparece um cara mais gato ainda e você se arrepende! =) Não custa ligar, ainda mais se as intenções forem realmente para algo além de uns pegas. Mas se ligar e o cara vier com desculpas dae o negócio foi só o momento mesmo.

Me ajudou bastante. Pois conheci um cara na balada e o adicionei no orkut, não sabia o que fazer. Mas agora sim. Obrigada

Comentar

Conteúdo relacionado