Cães: raças e comportamento


Para entender um pouco sobre as raças e seu comportamento, devemos voltar ao tempo em que os cães viviam em uma matilha. Nela existia uma hierarquia na qual havia um líder e seus seguidores. Quando introduzimos um cão em nosso ambiente existe uma hierarquia também, em que o animal pode ser o líder se o dono se omitir. Isso ocorrerá se o o proprietário não souber educar seu animal, impondo limites. Muitos reclamam do seu animal, dizendo que não tem domínio sob o mesmo, que ele é chato ou que ele destrói a casa, entre outras atitudes inaceitáveis. Na verdade, tal comportamento acontece devido à falta de educação que não lhe foi dada e também pode estar perdido achando que ele é o “líder” na hierarquia. O cão é como uma criança, se a educação não for adequada, ele não entenderá o que se passa sozinho.

Yorkshire
É uma raça independente, esperta, autoconfiante e está sempre em alerta. Devido a este temperamento de “mini cão de guarda”, dará o alarme ao menor ruído estranho à rotina da casa. Seu temperamento carinhoso e dócil é cativante. O yorkshire não aprecia muito o convívio com outros cães. Por ser muito ciumento, certamente disputará território, não importando quão maior seja o outro cão. Quando recebe atenção, costuma retribuir com atitudes amáveis. Adapta-se facilmente em locais pequenos como, por exemplo, apartamentos e casas sem quintal.

Pug
Companheiro adora fazer amigos o Pug conquista fãs incondicionais por onde passa. Na Europa, esta adorável raça foi favorita de muitos reis e rainhas, por ser encantadora, de excelente temperamento, muito afetuoso (chega a ser “grudento”) e carente de sua atenção.  Ciúme dos outros bichos da casa é algo que o Pug não hesita em evidenciar. É uma raça extremamente limpa, quando quer que troque o jornal onde faz suas necessidades mostra-se agoniado. O focinho achatado do Pug exige atenção às condições de temperatura, principalmente no carro. Ambientes muito quentes provocam cansaço e falta de ar. O pug pode sentir falta de ar se estiver em um lugar muito quente e pode até morrer em pouco tempo, devido às estreitas vias respiratórias.

Lhasa Apso
Cão inteligente e obediente, quieto, tranqüilo capaz de ficar horas e horas deitado ao lado do seu dono. Sua higiene também é algo admirável, apesar de ser um cão peludo. Só faz as suas necessidades nos locais apropriados e ensinados. Nunca "suja" o lugar onde come ou dorme. É um cão que gosta muito de carinho, porém tem um temperamento muito independente de caráter alegre, cheio de segurança, mas prudente e desconfiado com desconhecidos. Costuma latir pouco. É atento a qualquer coisa fora do normal. É um bom cão de guarda e companhia. Não necessita de muita atividade física.

Buldogue Francês
O Bulldogue Francês, pela sua aparência, pode parecer um brigão, mas tem a alma de um cavalheiro. Ele é brincalhão, tem temperamento alegre e acima de tudo é companheiro e ama crianças. Os cães dessa raça são fascinantes, exóticos, fiéis e silenciosos, nunca irão molestar seus amigos ou vizinhos com latidos. São extremamente obedientes e estão sempre querendo agradar a seus donos. É um cão de companhia por excelência. Além de o seu tamanho facilitar sua adaptação a pequenos espaços. O cuidado que deve ser tomado com essa raça são as mudanças extremas de temperatura. Jamais leve-o para passear em dias muito quentes ou muito frios.    
   
Chihuahua
 Este é um cãozinho exótico, desperta paixões e interesse por todo o mundo. Em primeiro lugar, pelo seu diminuto tamanho: é o menor cão do mundo. Depois, pela sua aparência e aspecto físico super interessante e diferente, principalmente, com sua cabecinha parecida com um morcego. Seu temperamento é o melhor entre todas as raças: dócil, meigo, querido, inteligente, higiênico, elegante, alerta, o único que realmente se adapta em apartamentos ou pequenos espaços. Ele é dotado de um amor doentio pelo dono, não podendo depois de adulto separar-se de seu líder, pois irá sofrer o resto de sua vida.

Maltês
O temperamento do Maltês se destaca por vários atrativos:
Interação com o dono, estabilidade emocional, comportamento higiênico, esperto, afetuoso, muito dócil, inteligente e sociabilidade com a família, com visitas e com outros cães dentro de casa, além de moldar o comportamento aos desejos do dono. Caso more em um lugar sossegado, com pessoas que levem uma vida pacata, será o retrato fiel dessa tranqüilidade. Por outro lado, também incorpora o ritmo agitado se for o caso. O Maltês fica do jeito que você quiser, assimila por completo o mundo em torno dele, essa flexibilidade da raça é a grande responsável pela satisfação dos novos proprietários. Nunca há reclamação daqueles que optam por comprar um Maltês.

(Textos sobre as raças baseados e revisados de sites de cada raça, fotos retiradas destes sites)

Dr.Fabio Paradizo De Mello CRMV-PR 8.334 - Contatos: (41) 7814-7454 ou 9228-7614 e-mail: mellovet@gmail.com

Categoria: 




Comentários

ola gostaria de saber se voce tem um filhote de pug pra doar meu filho tem 4 anos e ta doente por um queria dar de presente pra ele se voce souber de algum m avisa espero contato o filhote sera muito amado por todos nois agradeço des de ja obrigado

ola gostaria de saber se voce tem um filhote de pug pra doar meu filho tem 4 anos e ta doente por um queria dar de presente pra ele se voce souber de algum m avisa espero contato o filhote sera muito amado por todos nois agradeço des de ja obrigado

Comentar

Conteúdo relacionado