Fidelidade = Utopia?

Um amigo pediu para eu falar sobre fidelidade. Confesso que fiquei confusa quanto à fidelidade nos dias atuais, mas acredito sim na fidelidade, mesmo que seja temporária. Acredito que ela está diretamente ligada ao Amor. Encontrando o amor verdadeiro, somos fiéis. Pelo menos isso funciona na maior parte do mundo feminino, e além do Amor, um caráter forte, discernimento entre o certo e errado, e até culpa, nos fazem fiéis.

E o que falar da fidelidade no mundo gay? “Homem por natureza é infiel” escuta-se muito essa frase, mas não podemos levar como regra geral. Se acreditarmos que isso seja total verdade, é perder as esperanças em encontrar um relacionamento homossexual perfeito, com amor eterno, só poderia então ter relacionamento durável entre duas mulheres, que são consideradas muito mais fiéis.

O desejo de todos é ter um relacionamento pleno, onde a fidelidade é algo inerente, comprovada, quando um tem pelo outro uma plena confiança, como se só existissem os dois, que se “bastassem” totalmente, não só em fidelidade sexual, mas em tudo, no dia a dia, em atitudes e companheirismo.

Se deixarmos de acreditar que existe fidelidade, provavelmente, não iríamos mais nos relacionar, acabaria a vontade e necessidade de formamos casais, pares amorosos, descrença total. Seria muito triste. Pois somente iríamos usar uns aos outros para obtermos prazeres.

Há muitas pessoas descrentes por aí, que sofrem muito.
Então temos que resgatar aquele tipo de “relacionamento antigo”, mas que ainda persiste, onde tudo tem pretensão de ser para sempre, onde os casais têm “algo” que os torna especiais, fazendo com que se respeitem incondicionalmente, é quase uma religiosidade, uma norma, que não pode ser quebrada, e se o for gera, culpa, mal estar, cometem um “pecado”.

Hoje, isso ainda existe, mas em menor proporção, ficou banal ser infiel, e a consciência, o respeito pelas pessoas por onde anda?

Eu e muitas outras pessoas não conseguimos ser infiéis, somos fieis sim. E achamos que a infidelidade de qualquer forma é imperdoável, principalmente se for de quem diz que nos ama, é uma traição, que deve ser rejeitada.
 
Minha experiência me ensinou, que quando o infiel se gaba do que faz, comentando freneticamente de suas aventuras, sem se importar com os sentimentos de seus companheiros, mal sabe ele que sua credibilidade será abalada, e que sofrerá desse mal também. Na maioria de casos de infidelidade, o infiel, com o passar do tempo, acaba sofrendo mais do que o companheiro crédulo, correto.

Como os relacionamentos de hoje em dia são mais curtos (o ficar) e levados mais só pela parte sexual, a fidelidade praticamente acabou, mas vamos amar mais, conhecer mais a essência das pessoas, que iremos voltar aos bons tempos em que a confiança fazia a diferença, e voltaremos a sermos feliz.

Acredito que esse é o desejo de todos nada melhor que termos alguém ao nosso lado que nos ame, nos complete e em quem confiamos e inspiramos confiança. Frase de um querido amigo gay meu: “Não acreditava que poderia ser fiel, hoje em dia, em um relacionamento estável, vivo a fidelidade diariamente e sou correspondido.”




Comentários

Ótimo texto, e eu não poderia concordar mais com ele! Mas acredito que a fidelidade hoje se tornou algo tão difícil de se achar. Existem sim, pessoas que querem compromisso sério, que estão dispostas a se dedicar a uma relação. Mas em contra partida a grande maioria foge de compromisso, portanto, da fidelidade propriamente dita. Aquela velha coisa de uma noite apenas, ou ficar por ficar. Eu sinceramente acho isso muito frustrante e até degradante a certo ponto. E no final quem sofre por isso somos nós, românticos por natureza, a procura da pessoa em quem depositar nossa total fidelidade sem pestanejar.

acredito que há casais fiéis,eu namorei 3 meses e foi maravilhoso,foi respeito e fidelidade mutua e quando isso existe,ah meu Deus pode ter certeza é plenitude completa,vc se sente bem,completo e bem amado!

Realmente ja ouvi muito essa história de que relacionamento gay não dá certo porque o homem é infiel por natureza...apesar de desiludido eu ainda acredito na fidelidade.... parabéns Raquel, lindo texto!

Fidelidade é o que esperamos de todos aqueles com quem nos envolvemos porém de fato isso ocorre cada vez com menos frequência. Desde o primeiro contato no meio gls, não presenciei um relacionamento literalmente fiel tampouco fiz parte de um. A falta de fidelidade na maioria dos casos são justificadas por deslizes momentâneos em contrapartida a infedilidade não está ligada diretamente a falta de amor ou tesão e sim a falta de confiança pois, a confiança é a segurança da sinceridade.

Infelizmente sou uma dessas "descrentes" de fidelidade de um modo geral. Eu sempre fui fiel mas sempre fui traída,e olha que todos meus namoros foram com mulheres.Para mim é uma utopia e nem me preocupo mais com isso,porque me importo mais com aquela traição de sentimento do que traição meramente física.Acho que fidelidade não é muito ligada ao sexo ou orientação sexual,mas ao ser humano em geral.

Olha sinceramente com o que a gente vê por aí, é muito díficil confiar em alguém, isso se deve ao comportamento das pessoas, a forma como elas agem e o jeito promíscuo de alguns. Agora levando em conta tudo isso, você espera o que? Encontrar a Madre Thereza? É algo praticamente impossível, não que eu seja santo, e justamente é por isso que nos sentimos inseguros com as outras pessoas, não confiamos nelas, e muitas vezes acabamos traindo achando que com isso vamos nos auto-afirmar e nos sentir seguros para quando talvez algum dia o seu companheiro falar "Eu te traí" você se sentir mais tranquilo e pensar "Bem que eu fiz em trair ele e também e não confiar nele". Enfim, fidelidade hoje em dia é uma qualidade rara, acho que sinceramente conheço pouquissimas pessoas que mantém um relacionamento e são fiéis, mas o que eu acho mais engraçado é que o pessoal quer namorar por lazer parece, vai entender né? Então só o que eu falo se querem ter um relacionamento sério, que estejam dispostos a levá-lo a sério.

Parabéns Raquel! Um texto maravilhoso, você é e sempre será a mãe que qualquer ser humano gostaria de ter, uma pessoa amabilissima, cheia de amor no coração e que sempre nos passa uma mensagem de esperança! bjus querida!!!! =o)

Sim, sou a favor dos relacionamentos à moda antiga e extremamente tradicionalista no que diz respeito à fidelidade entre casais de todas as orientações sexuais. Por incrível que pareça, não consigo me conformar ao ver pessoas que dizem que é ridículo ser fiel (cansei de ouvir essa frase). Não vou me prolongar, mas quem me conhece ou me conheceu sabe o quanto eu sou fiel... inclusive em minhas amizades (atualmente estou ausente, mas sempre fiel a meus princípios).

Muito bom o texto... Namoro ha 5 anos com um rapaz... Nunca consegui ser fiel, nem eu sei explicar o pq... Amo muito meu companheiro. A mais ou menos 2 semanas descobri q meu companheiro era infiel tt quanto eu. E que sua infidelidade ainda começou antes da minha... Não acredito mais em amor verdadeiro. Três meses, um ano, dois anos de relacionamento, isso +e muito pouco p saber se alguem é fiel. A melhor coisa e nunca ficar sabendo. Relacionamento sem infidelidade nao existe. Infelizmente não no mundo GAY!!!!!

Comentar

Conteúdo relacionado