Nova pesquisa traça patamar da homofobia no Brasil

Uma pesquisa feita pela Fundação Perseu Abramo e que foi divulgada no dia 14, mostra dados alarmantes sobre a homofobia no Brasil. O resultado desta pesquisa impactou com as ações destacadas durante o 6º Seminário Nacional pela Cidadania LGBT realizado em Curitiba.

Os dados revelam que quase metade dos brasileiros, 45%, assumem ter preconceito médio ou alto contra gays. Além disto, 25% das pessoas se auto-avaliaram como sendo homofóbicas, ou seja, não toleram homossexuais ou assumem ter ódio. O assunto é grave e preocupa.

Para Gustavo Venturi, coordenador da pesquisa e professor de sociologia da USP este é um dado de preconceito bastante elevado, preocupante. De qualquer forma durante o Seminário foi divulgado um Plano Nacional LGBT, que viabiliza a melhoria para o público GLBT.

Algumas ações foram propostas nas áreas da política e pública para erradicar de vez o preconceito no país. A criminalização da homofobia é uma delas, além da legalização da união estável e regulamentação do nome-social para travestis e transexuais. Ações como estas devem ser incentivadas e pulverizadas por todos os estados disseminando o respeito ao público GLBT.

Categoria: 




Comentar

Conteúdo relacionado