Mapa da Ilga mostra homofobia e conquistas da comunidade gay no mundo

Já está disponível, na versão 2009, o mapa dos Direitos LGBT no mundo. É o resultado de pesquisa da ILGA - International Lesbian and Gay Association. Mas se você ainda não ouviu falar na ILGA vale a pena explicarmos melhor sobre o projeto.

Fundada em 1978, a ILGA é hoje uma federação internacional, composta por mais de 700 grupos, e está presente em mais de 110 países trabalhando pelos direitos de lésbicas, gays, bissexuais, transexuais e intersexuais (LGBTI). O mapa dá uma visibilidade maior sobre a questão da homofobia no mundo e mostra o panorama atual com informações como perseguição, proteção ou reconhecimento de gays, lésbicas e bissexuais.

O mapeamento nos permite visões tão detalhadas que serve inclusive como apoio em pesquisas a respeito do tema sexualidade. Mostra, por exemplo, que no quesito perseguição, cinco países, entre eles, Mauritânia, Sudão, Arábia Saudita, Irã e parte da Nigéria e Somália punem a homossexualidade com pena de morte, já com a prisão podemos constatar que 72 países e três entidades utilizam esta prática sendo eles países como Zâmbia, Tanzânia, Paquistão, Ìndia e parte da Nigéria. Outro dado bastante interessante mostrado na pesquisa é a relação dos países que discriminam a população LGBT com pena de prisão inclusive, porém sem uma indicação precisa de duração, entre eles, Angola, Namíbia e Afeganistão.

Entre outros dados, vale destacar ainda, os países que admitem o reconhecimento do casamento entre pessoas do mesmo sexo, o Canadá, Suécia, Noruega, Espanha e África do Sul... somando 23 países e 26 entidades. Porém em alguns deles com restrições, em outros por meio de leis que colocam o casamento gay abaixo do casamento héteros e alguns com direitos plenos, inclusive adoção.

O mapa nos dá ainda informações mais detalhadas da questão como, por exemplo, países que dispõem de uma união igual ou quase igual ao casamento entre eles Colômbia, Groenlândia, Finlândia, Islândia e Alemanha.

Claramente como maioria estão os países no qual não existe nenhuma legislação específica a respeito do assunto, entre eles está o Brasil, EUA, Chile, Equador, México, Rússia, Cazaquistão, Mongólia e China. Mais do que um objeto de estudo, o mapa está aí para mostrar que infelizmente a Homofobia ainda existe e muitos destes países ainda levam a duras penas esta questão.

O mapa está disponível em quatro idiomas: inglês, francês, português e espanhol. Assim como em três formatos distintos. A luta da ILGA pela igualdade e respeito erradicando e criminalizando a homofobia é constante. O mapa pode ser conferido no site oficial da ILGA. Maiores informações acesse: www.ilga.org

Categoria: 




Comentar

Conteúdo relacionado