Produtor e DJ Alex Dubbing: versátil

"O que mais me irrita tocando é outro "DJ" pedindo música. Acho o fim isso. Se você gosta de ouvir determinada música, então por que nunca toca ela no seu set?"

Considerado um dos mais consistentes produtores da cena Tribal House atualmente no país, Alex Dubbing, de Curitiba, vem impressionando a todos pela qualidade e porque não dizer, também, pelo volume de suas produções. Reconhecido por manter a pista em high level, seus sets são recheados de versões privates, carregadas de grooves deliciosos e surpreendentes. Parcerias com as principais cantoras da cena eletrônica nacional e remixes próprios de artistas de sucesso internacional renderam versões suas que ganharam o mundo. Hoje ele é disputado e e está sempre viajando por todo o país. Como se não bastasse, Alex Dubbing verdadeiramente abusa do efeito e cria uma terceira música no meio de suas mixagens. Reconhecido e admirado pelos principais DJs da cena, suas tracks hoje fazem parte da case de todos os tops nacionais e internacionais.

O que despertou essa paixão pela discotecagem?
A sensação de despertar nas pessoas todos os seus sentimentos. Fazer sorrir, chorar, amar... Tudo isso ao mesmo tempo como se naquele momento não existisse mais nada além daquilo que ela estaria vivendo ali.

Quais são suas influências dentro da cena eletrônica?
Tenho várias influências. A maioria delas dos anos 70 e 80. Georgio Moroder e Kraftwerk, por exemplo, porque foram os primeiros a usar sintetizadores, são os verdadeiros pais da música eletrônica.

Como você descreve o seu estilo?
Me identifico mais com a House Tribal. Acho a mais envolvente e contagiante dentro das suas vertentes.

O seu set muda conforme o público e a cidade que você está tocando?
Sim. Cada festa tem uma história que deve ser contada com cautela e responsabilidade. Um set inteligente e bem construído deixa a sua marca e as melhores lembranças com aquele gostinho de "quero mais".

O que você pensa da cena Curitibana? O público de Curitiba é difícil mesmo?
Nenhum público é difícil. Em Curitiba não é diferente. As pessoas aceitam todos os estilos de música. Cabe ao DJ fazer a coisa certa, na hora certa.

Além de ser DJ, você tem alguma outra profissão?
Sim. Sou técnico em informática e músico.

Algum momento inesquecível na sua trajetória de discotecagem?  Como foi?
Todos os momentos são inesquecíveis. Cada um do seu jeito e da sua forma.

Qual foi o seu maior pesadelo tocando? Algo te irrita quando está se apresentando?
Meu maior pesadelo tocando foi um CD ficar preso dentro do CDJ. (Rs) Foi horrível. O que mais me irrita tocando é outro "DJ" pedindo música. Acho o fim isso. Se você gosta de ouvir determinada musica então porque nunca toca ela no seu set?

Com a internet é fácil juntar um vasto repertório e tocar na noite. Todo mundo quer ser DJ. Qual é o diferencial de um bom profissional?
Acho que o maior diferencial é não ficar copiando a primeira música do set dos outros DJs pra tocar e nem tocar "só o que toca no rádio", isso vicia as pessoas. Acho que, para começar, um DJ deve escolher o que vai tocar e acertar. Não copiar o trabalho dos outros.

O que é mais gratificante na profissão de DJ?
Não existe nada mais gratificante do que o sorriso das pessoas enquanto você constrói o seu set. Não tem o que pague.

Solteiro ou casado? É possível conciliar um relacionamento amoroso e a profissão de DJ?
Estou solteiro. Acho que tudo tem a sua hora e quanto a conciliar um relacionamento com a profissão, eu acho que cabe a cada um pensar como queira. Não tenho idéia de como isso funciona até porque nunca consigo namorar sério por falta de tempo.

Como é o dia-a-dia do Alex?  Qual é o seu passatempo predileto?
Meu dia-a-dia é normal como de qualquer outra pessoa. Meu passatempo predileto é jogar simuladores de vôo. (RS)

O que você ouve em casa ou no seu carro?
Em casa e no carro eu ouço muito jazz e vertentes. Acho que não há nada melhor pra relaxar e se inspirar para uma produção. Minhas músicas levam muitas escalas harmônicas de jazz. Acho lindo e sentimental.

Quais são os teus projetos futuros? Produção musical é um fator importante para o DJ?
Tenho vários projetos. Muita coisa legal está por vir. Quanto a produção ser ou não um fator importante, eu acho que sim. Mas desde que se produza algo bom. Beijos! Beijos! Beijos! E a gente se vê em alguma festa por aí.

MySpace: www.myspace.com/djalexdubbing 

TOP 15 - Outubro de 2009
01 - J. Verner feat Shine - I Gotta Believe (Alex Dubbing Mix)
02 - Frankie Goes to Hollywood - Relax (Alex Dubbing Remix)
03 - 2 Brothers On The 4th Floor - Never Alone (Alex Dubbing Mix)
04 - Stevie B - Because I love you (Dj Bob & Alex Dubbing Mix)
05 - Delta Goodrem - Take Me Home (Alex Dubbing Mix)
06 - Antoine Clamaran - Reach For The Stars (Alex Dubbing Mix)
07 - Madonna - Celebration (Alex Dubbing Private Mix)
08 - David Guetta - How Soon Is Now (Alex Dubbing Private Mix)
09 - Deborah Cox - Beautiful U R (Alex Dubbing Progressive Mix)
10 - Agnes - I Need You Now (Alex Dubbing Private Mix)
11 - Wildlife - I Don´t Want You (Alex Dubbing Private Mix)
12 - Alex Guerrero - Back To Me (Alex Dubbing Private Mix)
13 - Javi Reina feat. Ladis - I Can´t Stop (Alex Dubbing Remix)
14 - Alex Dubbing - Transitions (Original Mix)
15 - Alex Dubbing - Play The Groove (Original Mix)




Comentários

Olá! Boa Tarde, DJ Alex Dubbing muito bom suas condiderações aqui da reportagem e seus set. Parabéns ao Por DJ Eriko Tashiro excelente entrevista.

Comentar

Conteúdo relacionado