Bolo, espumante e tititi

QUERIDOS! Já estava com saudades pois estava ausente há algumas semanas, voltei para narrar para vocês mais uma das minhas tragicômicas histórias de vida. Na verdade, a intenção é mostrar a importância dos amigos em nossas vidas. Crescemos com a idéia de que amigos de verdade são pai e mãe, não discordo disso, eu mesmo já tive a prova cabal de que pai e mãe são pra sempre e estão ali para nos ajudar quando menos, ou melhor, mais precisamos.

Mas a cada dia que passa tenho a certeza da seguinte máxima “fazer poucos amigos, mas verdadeiros”. Quem já não precisou de uma mão amiga? Quem já não contou com o ombro do melhor amigo nas horas mais inesperadas? E o engraçado é que muitas vezes só nos lembramos do melhor amigo quando estamos solteiros ou quando estamos na pior. Isso não é regra de fato, mas acontece.

Eu tenho o orgulho de poder dizer que tenho poucos, mas verdadeiros amigos. Os meus amigos são bem complexos, pode-se dizer assim, e estão espalhados por todo canto, mas sei que quando precisar de verdade posso contar com eles. Recentemente fui convidado para jantar na casa de dois grandes amigos, ambos casados e muito felizes.

São o tipo de amigo-irmão, sim, porque dentro da “grade” de amigos, existem vários níveis, estes dois em particular são os chamados “amigos-irmãos”, aqueles que você sempre pode contar. Tá certo que às vezes me irrito com eles, por inúmeros motivos, mas quem nunca brigou com o melhor amigo que atire a primeira pedra. Tudo isto faz parte da relação de amizade.

Mas quero me ater à reunião que me levou a escrever estas linhas. Chegamos lá (meu namorado e eu) por volta das 22h30 quando os mesmo nos recepcionaram em frente a sua casa como taças de espumante (chique né?!), pois bem, lá chegando já encontramos uma turma reunida, com a qual fizemos rapidamente amizade, fazendo crescer assim a “grade” de amigos.

Na verdade o jantar era um pretexto para a despedida do mais novo amigo que fiz, que então voltaria para Salvador no dia seguinte. O jantar foi regado a um delicioso bolo de chocolate, muito espumante e um agradável tititi! Sabe quando você joga conversa fora? Sem pretensão alguma de discutir a taxa do dólar ou a crise do Senado.

Somente bobagens, coisas alheias ao nosso interesse que de certa forma acaba sendo muito importante para a construção de nossa personalidade. De fato, foi um jantar maravilhoso, a recepção calorosa somada a um bom papo e pessoas interessantes me fizeram ver o quanto somos felizes em termos amigos de verdade, amigos de raça, amigos de fé!

Felizes são aqueles que podem compartilhar suas vidas com um amigo. Então, valorizem os seus, compartilhem suas vidas, dividam suas alegrias e tristezas, afinal, a vida passa depressa e os amigos são pra toda vida!

Grande beijo a todos os meus amigos...
Até a próxima...


 




Comentários

eu kero entra na sala poq axo interessante conhecer pessoas novas, entao resolvii entra na sala pra ver se encontro algum amigo, e ter um papo agradavel...

Comentar

Conteúdo relacionado