Pontes - Até onde ir para salvar um relacionamento?

Com os relacionamentos que tive, aprendi que em cada um deles levantamos "pontes" diárias para nos unirmos a uma outra pessoa, e algumas dessas pontes são tão frágeis que podem ruir a qualquer momento, enquanto outras são tão sólidas que suportariam quaisquer tempestades que possam vir contra elas.

Talvez com essa metáfora consiga analisar melhor os momentos vividos ao lado de uma pessoa, seja ela de um circulo de amigos, namorado, ou família. Com todas as pessoas construímos meios de contato para que o relacionamento flua. Mas o que quero levantar aqui é a questão oposta: será que vale a pena reconstruir essa ponte quando por algum evento ela tenha ruído?

Aprendi durante toda a minha vida a agradecer pelas coisas e pessoas que recebi, mas não aprendi a perder as coisas e as pessoas. Sofremos muito quando um ente querido vem a falecer, pois não temos certeza absoluta para onde ele partiu, apenas temos varias idéias que aprendemos a aceitar sobre sua partida. E é ai que vem a questão maior da vida: a dúvida.

Não sabemos ao certo se será melhor ou pior sem aquele relacionamento. Às vezes damos de ombros a pessoas que poderiam ter sido únicas em nossa vida, às vezes temos medo de partir para outra, pois não sabemos se sentiremos falta do que estamos deixando para trás. Sempre a dúvida. As pontes são levantadas e sempre acreditamos que elas são eternas, que mesmo em um futuro muito distante, ainda estariam firmes. Mas a vida sempre é craque em nos contrariar, nos mostrando que aquela amizade que achávamos que duraria para sempre, acaba de um dia para o outro.

Agora voltando à questão inicial: Será que vale a pena reconstruir o que a vida de alguma maneira derrubou? Novamente, a dúvida, e porque não dizer que o futuro, é como o desenhamos no presente e que se aquele relacionamento acabou porque era a hora dele, e que, se acabou, era pra ser uma etapa vencida, um início de uma nova fase. Se nos trouxem louros ou se trouxeram perdas, isso não cabe a ninguém supor, cabe apenas a própria pessoa descobrir o que é possível aprender com a situação. Se quiser reconstruir ou não essa ponte, é preciso estar disposto a recomeçar do zero.



Comentários

Depois de algum tempo o meu relacionamento balançou, não por traição ou desrespeito. Foi um pouco de desgaste e influências erradas. Corri atrás, fiz de tudo para provar que realmente muitas coisas estavam erradas e deu certo. Faria com ABSOLUTA certeza tudo de novo. Hoje, depois de alguns meses, conseguimos reconstruir o nosso relacionamento. Nossas familias nos aceitam e nos amam muito. Estamos juntos a 3 anos e 8 meses. Eu AMO ele e ele me AMA. Posso falar que somos felizes. Mas foi nescessário um certo isolamento de baladas e pessoas de má indole etc. Mas acho que se o AMOR realmente existir, as pessoas conversarem e os objetivos forem os mesmos, tudo pode SIM dar certo. Realmente como falou o Fernando "são pontes diárias", mas isso é normal em qualquer relacionamento. Você tem que inovar, surpreender, mimar, elogiar, agradar, ser gentil e cavalheiro com a outra pessoa, podem ter certeza de que isso vale 100% na relação. Mando flores pra ele, chocolates e tudo que eu posso. Afinal EU tenho que agradar a pessoa que amo. Não me importo com valores ou qualquer outra coisa. Pra mim o meu namorado é o melhor, o mais bonito, o mais inteligente e isso que importa. Não tenho nada pra reclamar. MAS muitas vezes as pessoas confundem ser gente boa com estar dando mole, e isso sim acaba ajudando a romper algumas "pontes" do relacionamento. Mas com o tempo você também consegue provar a sua fidelidade. Em agosto completaremos 4 anos de namoro. E falo pra você que não tem esperança. CALMA! O seu dia vai chegar apenas observe e separe o joio do trigo. Pessoas boas existem. Posso dar uma lista, PEQUENA, de pessoas que realmente valem a pena, mas elas existem. E espero que no dia do meu casamento o ALLAN esteja la. Afinal ele é o meu padrinho... hehehe Abraços Galera

Queridos. Uma ponte é sempre bem vinda, uma ponte significa uma ligação entre dois pontos diferentes ou seja duas ideias diferentes. Um relacionamento a dois é muito complexo, levando para o lada espiritual a Biblia nos faz uma perguntar. Porventura andarão dois juntos, se não estiverem de [acordo]? (Amós 3:3) O acordo, o dialogo e a cumplicidade é muito válido para a construção de uma ponte, lembrando que a contrução final dessa ponte é o "perdão" se não haver perdão em um relacionamento é como construir um muro onde todos os dias é colocado um tijolinho, com o passar dos dias aqueles tijolinhos que parecia inofensivo, transforma-se em um muro entre o relacionamento. Melhor contruir uma ponte doque um muro. Que DEUS restaure a tua perda.

Comentar

Conteúdo relacionado