Livro de brasileiro reúne 100 anos do cinema LGBT

O jornalista paulistano Stevan Lekitsch, 38, já atuou em grandes veículos de comunicação para o público gay brasileiro e hoje trabalha com assessoria de imprensa. Sua paixão pelo cinema o levou a escrever sobre o tema e a se especializar no assunto. é paulistano. Ele acaba de lançar o livro Cine arco-íris - 100 anos de cinema LGBT, pela editora Edições GLS.

O livro será oficialmente lançado no dia 22 de junho, quarta-feira, das 19h às 21h30, na Livraria Cultura do Conjunto Nacional (Av. Paulista, 2073 – São Paulo) e destaca a produção nacional. Fruto de mais de dez anos de pesquisa, o livro apresenta resenha, ficha técnica e curiosidades de bastidores de quase 300 filmes produzidos nos últimos 100 anos. De clássicos como Morte em Veneza a filmes polêmicos como Transamérica, a obra traz o melhor da produção nacional e estrangeira.

O livro começa fazendo uma análise histórica do surgimento do cinema, em 1895, e chega até o fim da década de 1940 - época em que não havia tanta liberdade para abordar a temática LGBT. Ainda assim, encontram-se boas surpresas, como o sinistro Festim diabólico, de Alfred Hitchcock, em que a homossexualidade dos protagonistas fica apenas subentendida. Outro destaque é o drama histórico A rainha Cristina, estrelado por Greta Garbo, que faz o papel de uma monarca bissexual.

Entre clássicos dos anos 50 aos 90, o livro chega ao ano 2000, onde surgem grandes produções gays como Antes do anoitecer, Milk - A voz da igualdade e O segredo de Brokeback Mountain.

Serviço
Título: Cine arco-íris - 100 anos de cinema LGBT nas telas brasileiras
Autor: Stevan Lekitsch
Editora: Edições GLS
Preço: R$ 65,90
Páginas: 272 (17 x 24)
ISBN: 978-85-86755-48-4
Para comprar: www.edgls.com.br

Categoria: 




Comentar

Conteúdo relacionado