Barriga e nariz são os locais onde leitores mais desejam uma cirurgia plástica

Na enquete da semana passada, perguntamos aos leitores do nosso site: “Se você ganhasse uma cirurgia plástica, qual parte do seu corpo você mudaria?”. Ou seja, se eles ganhassem a plástica, usariam para mudar ou melhorar qual parte de seus corpos?

Primeiro resultado: 96% optaram por alguma região do corpo e apenas 4% não mudariam nada e rejeitariam o presente. Já 42% iriam querer operar a barriga. Ou seja, fariam uma lipoaspiração, uma abdominoplastia, implante de silicone ou outra intervenção estética. Já 22% disseram que mudariam o nariz.

O abdômen, parte do corpo que fica sob a roupa, incomoda muito os leitores, a ponto de quase metade dos que responderam a enquete disserem que aplicariam ali uma cirurgia. Já aqueles que não gostam de seus narizes representam mais de um quinto dos entrevistados. O abdômen sarado é parte do padrão de beleza masculina vigente e pode ser alcançado com alimentação, academia e muito esforço. No mundo gay, exibir a barriga de tanquinho é status na boate, na internet e na busca por parceiros. Já o nariz exige uma cirurgia para que seja modificado.  Em ambos os casos, a maior auto estima resulta quase que imediatamente em melhor qualidade de vida para quem se submeteu a elas.

As cirurgias plástica mais procuradas entre homens variam de acordo com a idade. Aos 20 anos eles querem mudanças no rosto como rinoplastia (nariz), operar orelhas de abano e problemas de ginecomastia (glândula mamária aumentada). Já aos 30 eles querem operar a barriga e fazer lipoaspiração. Após os 40 anos entram as cirurgias para rejuvenecimento, implantes e próteses, segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Em nossa enquete, depois da barriga e do nariz, vieram o peitoral (7%), orelhas e bunda (ambos com 5%), queixo (4%), boca e culote (2%) e perna com apenas 1%. Ninguém quis operar os braços. E 4% operariam outra parte do corpo não especificada em nossa enquete.

Categoria: 




Comentar

Conteúdo relacionado