Livro Toda Maneira de Amor Vale a Pena narra histórias amor e de superação de homossexuais

Escrito pelas mãos da jornalista Bety Orsini e publicado pela Editora Sextante, o livro “Toda Maneira de Amor Vale a Pena” chega às prateleiras das livrarias e promete arrancar lágrimas até do leitor mais durão. A publicação conta as histórias de pessoas que venceram o preconceito e hoje construíram uma vida feliz. Os relatos destes personagens reais são muito mais do que simples contos que revelam a orientação sexual de cada um, são demonstrações de como a violência e a discriminação moldam as personalidades e como a superação dá forças para seguir adiante.

Ao decorrer do livro, os leitores acompanharão as experiências descritas em 20 narrativas. Histórias de pessoas que, em algum momento de suas vidas, perceberam que o fato de serem homossexuais poderia interferir em seus caminhos, mas que mesmo assim enfrentaram o ódio alheio para garantir o sucesso e a felicidade plena. “Muitos tiveram que aguardar a idade adulta para entender o que acontecia com seu desejo; outros o fizeram ainda no início da adolescência, sem saber direito o que sentiam, ´sabendo apenas que era bom`. Muitos enfrentaram a rejeição familiar e o bullying na escola, ficando com marcas permanentes (como as memórias do menino ´diferente` que tinha dor de barriga todo domingo à noite, véspera de aula); outros puderam contar com o apoio de parentes e amigos. De uma forma ou de outra, quase todos os entrevistados sofreram pressões, inclusive de si mesmos, para ser ’iguais a todo mundo’”, explica a autora, na introdução do livro.

Entre os entrevistados que relataram suas vidas para compor o material estão algumas pessoas conhecidas publicamente, como o jornalista André Fischer, do Mix Brasil; o presidente da Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT), Toni Reis, o jogador de vôlei Michael e o casal André Ramos e Bruno Chateaubriand.

Categoria: 




Comentar

Conteúdo relacionado