Parada Gay de São Paulo terá trio elétrico de protesto a Feliciano

Este ano a Parada Gay de São Paulo contará com uma novidade, o último carro trio elétrico será em protesto ao deputado federal Marco Feliciano, presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara.  A 17ª edição da Parada Gay deste ano trará como tema “Para o Armário Nunca Mais, União e Conscientização.” A Parada ocorre no próximo dia 2 de junho a partir das 12h na Avenida Paulista.  O trio-elétrico contra Feliciano pedirá paz e protestará contra qualquer forma de preconceito e retrocesso contra a comunidade gay.

"Não é só contra o Feliciano, é contra todos aqueles 'infelicianos' que insistem em julgar os direitos dos outros em detrimento da sua heterossexualidade", completou o diretor da Associação da Parada do Orgulho GLBT (APOGLBT), Nelson Matias, durante a coletiva de imprensa de lançamento do evento, na manhã desta quinta-feira (2). "Vivemos uma época de retrocesso. Estamos vivendo como se estivéssemos na era das cavernas. Estado laico é colocado em dúvida. Não só os LGBTs, mas todos têm de lutar contra isso", declarou Matias na coletiva. De acordo com Fernando Quaresma, presidente da APOGLBT, o preconceito é mostrado por alguns religiosos fundamentalistas que agem no Legislativo Brasileiro.  "Não queremos retrocesso como vem sendo imposto por alguns segmentos de religiosos fundamentalistas. Ainda hoje ouvi que está sendo cogitada a votação da 'cura gay' na Câmara dos Deputados. Não podemos retroceder e ver retirados direitos que já conseguimos", comentou.  
 
Até o momento estão confirmadas a participação de 17 trios, porém o evento conta com a autorização para até 22 trios participarem, o número pode aumentar.  A cantora Ellen Oléria, vencedora do The Voice Brasil, encerra o evento deste ano, que após três anos não contava com um show de encerramento.  O show está marcado para às 18h30 na praça da República, Centro de São Paulo. 
 

Categoria: 




Comentar

Conteúdo relacionado