É a monossexualidade inerentemente transfóbica?

O que é uma lésbica ou um homem gay? De forma genérica, uma lésbica é uma mulher com atração por mulheres, e um homem gay é um homem com atração por homens. E obviamente, usamos a palavra “hétero” para significar um homem com atração por mulheres ou uma mulher com atração por homens. Mas é só irmos além da superfície destas definições e geralmente encontramos a traiçoeira e insidiosa transfobia.
 
O que significa ser uma mulher? Eu conheci lésbicas que dizem se chamar lésbicas por se sentirem atraídas por mulheres, mas, quando questionadas, elas clarificaram serem atraídas apenas por mulheres cis. Cis, do latim “deste lado” é o prefixo de termos novos como cissexismo ou cisgenerismo, o termo pessoas cis define aqueles que a sua identidade de gênero concorda com o que foi designado no nascimento, agindo de acordo com o esperado para o papel social de seu sexo biológico, sendo basicamente o contrário de trans. Existe algo, portanto, sobre mulheres trans que as tornam algo além de mulheres na visão destas lésbicas.

Claro, não estou dizendo que há algo de errado em não sentir atração por pessoas trans – algo que não se pode controlar – mas é dissimulado se declarar uma lésbica (i.e. atração por um grupo de pessoas denominadas ‘mulheres’) mas excluir mulheres trans de tal grupo. Por excluir mulheres trans deste grupo que se chama ‘mulheres’, você está sendo transfóbica. Isto tudo obviamente se aplica aos homens héteros também (e só substituir ‘mulheres trans’ com ‘homens trans’, e isso se aplica a homens gays).
 
Similarmente, algumas lésbicas se sentem atraídas por homens trans. Nisto, elas estão declarando que há algo sobre homens trans que fazem deles “realmente” mulheres (o único grupo que estas lésbicas são ostensivamente atraídas), ou estariam elas dispostas a admitir que por se sentirem atraídas por homens assim como mulheres, elas são provavelmente bissexuais ou pansexuais? Pois, por se considerarem lésbicas, apesar de sua atração por homens trans, elas estão sendo transfóbicas.
 
Agora a coisa se complica. E quanto à atração por alguém como eu, o qual me identifico como genderqueer – nem homem nem mulher? Mesmo uma lésbica que não tenha internalizado cissexismo suficiente para excluir mulheres trans ou ver homens trans como mulheres, pode estar em culpa aqui. Pois se uma lésbica se atrai por mim por me perceber como fêmea, ela está, mesmo não intencionalmente, erroneamente impondo um gênero incorreto em mim e sendo cissexista na sua suposição sobre meu gênero baseado na minha apresentação e/ou atributos corporais.
 
Seriam as únicas pessoas atraídas por pessoas como eu, aquelas que se identificam como pansexuais? Eu acredito que não. Por eu ser privilegiado/a de ‘parecer’ que sou um gênero bem estabelecido quando quiser, pessoas me colocam naquela caixa e se permitem ou proíbem de se sentirem atraídas por mim baseadas em suas suposições.
 
E o problema é que geralmente não há como saber quando alguém é trans*. Pessoas me dizem “Eu nunca conheci uma pessoa trans!” e tudo o que eu digo é “Sim, você já conheceu, elas apenas não estavam usando uma crachá de identificação”. Por alguma razão, as pessoas supõem que todas as mulheres trans são fanchonas e peludas, e todos os homens trans são pequenos e afeminados. A coisa não funciona bem assim.
 
A maioria das pessoas trans estão apenas seguindo suas vidas diárias e não importa quão astuto penses ser, não importa quanto você acredita que elas estão deixando pequenas ‘pistas’ sobre o ‘sexo real’ delas a torto e a direito – você não tem como ‘prever’ . Então dizer “Eu não tenho atração por mulheres trans (ou homens)” é também transfóbico no sentido que você pensa que é aparente para você que eles são trans. E alguns podem dizer “Bem, eu sinto atração por certos atributos corporais”. Por exemplo, uma lésbica pode ser atraída por pele macia e livre de pelos, maxilar suave e o cheiro que todos nós como sociedade atribuímos como ‘cheiro de mulher’. Nada errado em ter atração por apenas estas coisas. 
 
Mas elas dizem isto geralmente como uma forma de desculparem-se pela sua exclusão de mulheres trans, e inclusão de homens trans e pessoas genderqueer na sua atração. Claro, qualquer um com senso compreende que muitas ou a maioria das mulheres trans têm os atributos que associamos a feminilidade, algumas pessoas genderqueer designadas mulheres não, e muitos ou a maioria dos homens trans não. 
 
Então suponho que o que eu digo não é que lésbicas, homens gays e pessoas héteros são todos automaticamente transfóbicos. O que quero dizer é que todos devemos nos auto-analisar um pouco e perguntarmos porque nos atraímos por apenas um dos diversos gêneros, o que neste gênero que achamos atrativo, e o que faríamos se conhecermos alguém de tal gênero que desafia nossas expectativas de como uma pessoa deste gênero deve parecer/cheirar/soar/sentir – se seríamos capazes de atração por aquela pessoa. As respostas a estas questões, especialmente a última, diriam tudo que é preciso saber para reconhecer se sua sexualidade é baseada no cissexismo. 
 



Comentar

Conteúdo relacionado