Brigas Lucrativas - Como o marketing pode ser "agressivo"

Há umas duas semanas, viu-se no ambiente cultural mundial uma batalha entre duas divas do pop: De um lado a Katy Perry, que lançava seu single “Roar” e do outro a Lady Gaga que havia adiantado o lançamento do seu “Applause” em uma semana para a mesma data de lançamento do single da outra diva. O que se sucedeu foi uma semana inteira de troca de farpas entre os súditos de ambas as rainhas. Uns tentando convencer os outros qual das cantoras eram melhores e porque e, neste quesito, os fãs se mostram muito prestativos e solícitos em defender suas amadas. Resultado: as cantoras continuam ricas e os fãs continuam de bico.

Isso acontece diariamente: empresas com monopólio sobre algum bem ou marca tendem a se estapear “publicamente” em prol do dinamismo da publicidade. A ideia é bem simples: Eu falo que o outro colunista aqui da revista é ruim, ele me responde a altura dizendo que sou pior, os leitores começam a tomar as dores de cada um e isso ganha proporções, agregando pessoas que passam a conhecer o trabalho de ambos, gerando visibilidade e, consequentemente, consumo (no caso, de informações). No final, eu e o meu colega colunista damos risada de tudo e quem brigou acaba esquecendo o ocorrido, mas o principal aconteceu: fomos VISTOS e mais gente teve acesso ao nosso trabalho. O Objetivo foi concluído com êxito, YES!
Agora pense em Coca-Cola e Pepsi, em Petrobras (postos BR) e Ipiranga, em Carrefour e Big... essas empresas incitam a discórdia uma das outras pois isso fomenta o consumo, e volte e meia, quando o mercado tende a ter uma queda de consumo existe um novo “Boom” que o faz aquecer novamente. Creiam, amigos leitores, nada é por acaso e a informação hoje em dia vale muito.

Voltando ao caso das Divas, o iTunes quase caiu pela quantidade de musica baixada das duas cantoras e elas foram assunto nas rodas de papo durante uma semana inteira, ininterruptamente, o que gerou ainda mais visibilidade ao trabalho das duas (fulano ouviu a música, gostou, quis conhecer mais e baixou o álbum inteiro). Os Fãs se digladiaram e as rainhas ficaram ainda mais ricas e devem estar tomando chá agora, contando via telefone como foi divertido (leia-se, lucrativo) tudo isso para ambas.
O que aprendemos com tudo isso:

1 – Que não existe publicidade negativa e;

2 – Diva é a Shakira que nunca furou os olhos de ninguém para fazer sucesso.

E que comece tudo de novo! :D

 

Tags: 




Comentar

Conteúdo relacionado