O que você tem a ver com gratidão?

Se tem algo que eu detesto é essa coisa de ingratidão (e não falo aqui só de coisas que pegamos emprestadas ou do ombro amigo), falo da ingratidão enquanto caráter e enquanto pessoa. O meio gay é cheio de gente blasée e mesquinha: Parece que cada um quer se sobrepor ao outro, independente dos meios, para parecer ser melhor.

É aquela velha história de comprar coisas que você não usa, para passar uma imagem de quem você não é, para agradar quem não você conhece... E não venham me dizer que esse mundo gira em torno de aparências porque, de verdade, vai de cada um mostrar ao próximo o que é, independente do seu estilo e jeito de ser. Sendo assim, não faz o menor sentido você se mostrar algo que todos detestam apenas para se auto afirmar já que eu, particularmente, não conheço ninguém que goste de gente de nariz empinado.

É o velho ensinamento da corrente do bem: O "não" você já tem, se você der um sorriso e ele for retribuído, então você estará no lucro. O mundo precisa não só mais de segurança, de mais paz, de mais harmonia, ele precisa também de mais gente disposta a fazer dele ser um lugar assim e isso precisa ser algo em conjunto.

Vai entrar/sair do prédio? Dê um bom dia ao porteiro. O gatinho com quem você nunca conversou esta on line? Puxe assunto com ele. Bateu saudade daquela pessoa às 04 da manhã? Mande uma SMS dizendo que você se lembrou dela... Apesar de poderoso, o orgulho nunca ganhou uma batalha contra a simpatia e pessoas que vivem assim, além de serem mais bem vistas, também são mais quistas em qualquer lugar.

Ok, mas e o que tudo isso tem a ver com gratidão? TUDO! Gratidão vai muito do que se tem de dentro para fora, quando se passa a emitir os sinais certos para os outros, então tudo se encaminha para algo melhor. Você vai notar, caro leitor, como a vida fica mais bonita e quantas portas se abrem a mais quando são mudados estes comportamentos :).
 
Carpe diem!
 
Esse texto é uma singela homenagem ao meu querido amigo Thiago Bragança. Esteja onde estiver, Saudades eternas!

 

Tags: 




Comentários

Gays e LGBTs são seres

Gays e LGBTs são seres humanos como quaisquer outros e outras e em todos os espaços do mundo existem gente sem noção, ou fútil ou mal caráter. Por isso estranho muito o preconceito e homofobia internalizada nesse post de agora: " O meio gay é cheio de gente blasée e mesquinha: Parece que cada um quer se sobrepor ao outro, independente dos meios, para parecer ser melhor.". Por acaso o meio heterossexual é melhor??? Esse é o mal de generalizar, acaba se prestando a discursos de ódio e demonizações, como se as que as pessoas LGBT já não fossem demonizadas o suficiente. Pena que um site que diz defender gays e LGBTs dê espaço para isto. Obrigado, Ricardo Aguieiras aguieiras2002@yahoo.com.br

Concordo contigo Ricardo, mas

Concordo contigo Ricardo, mas acredito que o autor se refere ao meio gay ao qual o próprio estereótipo cria, boate gay, sauna gay, site gay de caça, chat gay, onde impera a falta de cordialidade, assunto do texto. E sabemos que é a homofobia internalizada que cria pessoas que acham que precisam ser melhores do que as outras para compensar o que não precisa ser compensado. Não é regra mas é algo muito presente na comunidade. O gay melhor da classe, o gay melhor profissional, o gay que quer mostrar ser bem sucedido tomando champagne na boca da garrafa... acho que esse tipo de comportamento que ele se referiu.

Comentar

Conteúdo relacionado