Fofura: Menina de 9 anos manda carta para professor ao descobrir que ele é gay

Como parte das atividades da semana contra o bullying, um professor inglês de uma escola primária perguntou às crianças quantas delas já haviam ouvido a palavra “gay” como forma de insulto. Quase todos os alunos de 9 e 10 anos levantaram a mão. O professor perguntou então quem achava que gays e lésbicas estavam errados ou eram maus e novamente quase todos os alunos se manifestaram. O professor então resolveu conversar com o diretor e propôs que ele se assumisse gay para a turma, e assim tentar explicar que ao se referir aos “gays”, estava se referindo também ao professor.

As crianças então tiveram uma reação de surpresa e passaram a fazer perguntas mas depois de verem que não havia nada de anormal, as crianças perderam o interesse na novidade e se concentraram nas aulas. Mas uma carta, dois dias depois daquele momento, tocou o coração do professor.

Confira:
 
"Querido Sr. R,
 
Mesmo sabendo que você é gay, eu irei sempre te tratar da mesma maneira que eu o trato agora. Eu continuarei a pensar em você da maneira que eu sempre pensei. Você é um ótimo professor e estas são apenas algumas palavras que eu usaria para te descrever: ótimo, incrível, fantástico, brilhante, único e corajoso. A razão de eu dizer corajoso é porque você dividiu um segredo pessoal que precisou de muita coragem. Você não precisa ter medo pois eu sei que todos na turma sentem o mesmo que eu.
 
PS: Nós temos muito orgulho de você".




Com informações do PinkNews

Categoria: 

Tags: 




Comentar

Conteúdo relacionado