No amor mono ou poli, sinceridade

Não sei quem inventou esse lance de ser monogâmico, mas nem precisei pesquisar muito para descobrir, porque o pessoal da revista TPM fez isso por mim na edição 149, de dezembro/janeiro! Segundo a jornalista Natacha Cortêz, os teóricos evolucionistas se dividem na hora de definir como a monogamia surgiu, uns dizem que o macho, outrora poligâmico, sentiu a necessidade de proteger sua cria, e passou a ficar com a mãe do rebento, criando assim o conceito de família. 
 
Outros afirmam que essa coisa de exclusividade no relacionamento se deu por conta da distância geográfica. As fêmeas, em certo ponto da história, passaram a ficar em clãs distantes e o macho precisou fixar residência em um clã só, dado que era muito difícil viajar longas distâncias apenas para fazer tico tico no fubá com uma periquita diferente da usual!
 
Esse macho em questão é o primata, e partiu dele o comportamento monogâmico que muitos têm como modelo ideal para relacionamentos amorosos hoje. Mas ser monogâmico dá certo?
 
De acordo com as ultimas estatísticas do Registro Civil, dadas pelo IBGE, em dezembro de 2013, a taxa de divórcio foi de 2,5% em 2012, a segunda maior em dez anos. Isso não é nada se comparada as taxas de divórcio em Cuba, que chegam a 70%. Aqui, mais pessoas se casam, porém, ficam menos tempo juntas: em média, 15 anos. Ficar junto esse tempo todo, em um relacionamento homossexual, seria como ganhar na Mega Sena do amor umas 500 mil vezes! Mas o fato é que, as pessoas entrevistadas pela revista TPM confessaram abrir mão de um relacionamento monogâmico porque se sentem podadas, presas. Querem liberdade.
 
E assim surgem cada vez mais histórias de gente que namora cinco ou mais pessoas, ao mesmo tempo, de diferentes sexos, em busca de um amor maior, sem cobranças. 
 
Não sei você, mas não tenho estômago para encarar mais do que um homem por vez. Porém, acredito que, quando em uma relação, desde que ambos concordem com o tipo de relacionamento escolhido, melhor para o casal!
 
No fundo, minha maior motivação ao escrever esse texto era a de descobrir quem foi o cidadão que inventou o conceito de monogamia. Daí acabou que descobri, inclusive, que a mulher que tem mais de um marido pratica a poliandria. Para mim, todo mundo que tem mais de um parceiro praticava a poligamia, mas não, ela é praticada por homens.

Para terminar, apenas digo que seja com um, três, dez ou mil, e até consigo mesmo, o importante é amar de maneira sincera.
 
Leandro escreve para o doqueosgaysgostam.com e é monogâmico, mas poderia praticar o poliamor, contanto que fosse com 10 clones dele mesmo. 
 

Tags: 




Comentar

Conteúdo relacionado