Amor platônico

Em sua biografia "Humano Demais", o padre católico Fábio de Melo relata sobre o causo de um apresentador de TV assumidamente homossexual que o assediou. Segundo o religioso, o homem foi até seu prédio em Taubaté e tentou contato com o padre mas não conseguiu. “Mas a pior de todas as invasões veio de uma personalidade brasileira, um apresentador de televisão assumidamente homossexual, que viajou algumas vezes a Taubaté na expectativa de encontra-lo... Dizia ao porteiro que gostaria de falar com o padre Fábio, esperava que seu rosto conhecido servisse para abrir as portas, mas como o porteiro tinha ordens para dizer que o padre ‘jamais’ estava em casa, o tal apresentador deixava flores e presentes na portaria”, diz trecho do livro. “Um dia, resolveu ir a um show do padre, usou suas credenciais de pessoa famosa para entrar no camarim e fez a reclamação: ‘O porteiro do seu prédio é grosso demais!’. Entregou-lhe um presente e como jamais seria correspondido em suas expectativas, resolveu desistir”, conta o trecho.
 

Tags: 




Comentar

Conteúdo relacionado