Protesto de piroca

Na semana passada, em Curitiba, um desagravo entre artistas de rua e organizadores da Praça de Bolso Gilda, no Centro, na esquina da Cruz Machado com a Visconde de Nacar, desencadeou uma reação homofóbica. Por conta dos organizadores do projeto da praça em homenagem à icônica travesti curitibana pintarem os murais dos tapumes de tinta branca, onde encontravam-se diversas obras de arte de rua, na manhã seguinte foi pintado no local um grande pênis ejaculando com a frase “Para Gilda”. Bem, não precisa dizer que a “homenagem” e “protesto” foram de mau gosto.
 

Tags: 




Comentar

Conteúdo relacionado