Amizade entre jovem evangélico e lutador acaba em tragédia no interior do Paraná

No dia 18 de janeiro, Messias Ricetto, 34, foi encontrado por policiais em sua casa, após a notificação dos vizinhos, gravemente ferido e amarrado com fios em Bandeirantes, no interior do Paraná, a 450 quilômetros de Curitiba, no Norte do Paraná. Depois de 23 dias internado, o rapaz veio a óbito em Londrina. Estima-se que ele foi torturado e tenha ficado mais de 24 horas amarrado. Ao ser encontrado, Ricetto estava quase morto, com traumatismo craniano, roxo, com pés e mãos em estado de necrose.
 
O réu confesso do crime é Kleber Olivetti, 28, ex-militar, um lutador de artes marciais que chegou à cidade no final do ano passado e passava por dificuldades. Ele foi acolhido e ajudado por Messias que participava ativamente da comunidade evangélica da cidade. Segundo amigos, Kleber extorquia Messias constantemente, alguns chegam a dizer que os dois mantinham mais do que uma amizade.
 
Pra o polícia, Kleber, que está preso, confessou que espancou Messias e que roubou seus pertences e que trocou tudo, inclusive o carro da vítima, por 30 pedras de crack. Em seu perfil nas redes sociais é possível ver que ele possuía muitas tatuagens e um estilo machão que contrasta com a doçura de Messias. Kleber já foi em casas GLS em Curitiba, como confirmaram amigos do assassino.
 

Categoria: 

Tags: 




Comentar

Conteúdo relacionado