Morre adolescente gay que teve mangueira de alta pressão colocada em seu ânus no trabalho

O crime aconteceu na cidade de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. Perto das 22h da sexta-feira, 03, o dono de um lavacar ligou para a família de um dos seus funcionários informando que o garoto de 17 anos precisava ser levado ao hospital por conta de "umas brincadeiras". O ocorrido foi que o dono, de 20 anos, e outro funcionário, de 30, seguraram o garoto e inseriram uma mangueira de compressão de ar no ânus do garoto.
 
Encaminhado pela família para a Santa Casa, o adolescente precisou passar por uma cirurgia e foi parar na UTI por ter rebaixamento de consciência. Além disso, os médicos informaram a família que o caso era instável e que ele poderia perder parte do intestino por conta da brincadeira. O caso foi denunciado como lesão corporal dolosa à Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário. Mas após 11 dias internado, de perder parte do intestino, ter complicações no estômago e sofrer com hemorragias internas, o garoto morreu ontem, 14, às 13h35, de hemorragia interna no esôfago.
 
Um garoto de 11 anos é a testemunha principal do crime. Ele afirma que quem começou a brincadeira foi o garoto que morreu. Em uma ida ao banheiro, os funcionários esguicharam água por debaixo da porta e, conta que ele, mesmo com roupas, teria sofrido as lesões. A polícia está considerando o depoimento e afirmando que foi um crime sem intenção de abuso e doloso, que não houve intenção de ferir. O inquérito está sendo acompanhado pela  Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente.

Em 2011, um funcionário da Sadia foi vítima de uma "brincadeira" similar com uma pistola de ar comprimido e precisou ser internado.
 
 
 

Categoria: 

Tags: 




Comentários

Achei a matéria não coerente

Achei a matéria não coerente com a realidade dos fatos, pois não ter intenção de ferir qdo se coloca uma mangueira de ar comprimido no ânus do rapaz tem o mesmo cunho de vc ir a uma festa com seus amigos, beber e dirigir, não há intenção de ferir, mas sabe-se que está incorreto e sim pode ferir outros. Absurdo, vamos respeitar as questões de imparcialidade nas notícias. Fica a dica redação.

Vanessa, este é um site LGBT.

Vanessa, este é um site LGBT. Entendemos que uma brincadeira que envolve o ânus tem como objetivo a ridicularização da homossexualidade, auto afirmação da masculinidade e, por fim, humilhar o outro. Assim como dizemos para a pessoa tomar naquele lugar, como forma de xingamento. Por isso, podemos afirmar que foi sim um ato de homofobia, assim como são condenáveis as piadas de negros, mulheres, entre outras "brincadeiras" inocentes.

Comentar

Conteúdo relacionado