Nova campanha bafônica da Diesel propõe "faça amor, não faça muros"

Ao mesmo estilo de “Faça amor, não faça barba” e “Faça amor, não faça guerra”, a nova campanha da marca de jeans Diesel fala: “faça amor, não faça muros”. O vídeo é uma celebração à diversidade, com direito a cenas de um casamento gay entre um americano e um árabe, representação africana, o modelo trans Laith Ashley e um tanque de guerra inflável com as cores da bandeira LGBT.
 
A direção de fotografia é do icônico David LaChapelle e aborda a coleção de primavera da marca, apesar de não citá-la em momento algum. A mensagem é claramente contrária ao governo Trump, que começou a construir muros nas fronteiras com o México para impedir a entrada de imigrantes latinos. Além de suspender os vistos de países árabes, com o mesmo objetivo. 
 
O diretor criativo da campanha, Nicola Formichetti, pontuou o posicionamento da Diesel: “Aqui, nós temos um posicionamento severo contra o ódio. E, mais do que nunca queremos que o mundo saiba disso”, afirmou em entrevista. 
 
Confira o vídeo da campanha:
 


Categoria: 

Tags: 




Comentar

Conteúdo relacionado