Prefeito de Curitiba recebe movimento LGBT e anuncia coordenação da Diversidade Sexual

O prefeito de Curitiba Rafael Greca de Macedo e sua esposa, Margarita Sansone, receberam na sala de reuniões de seu gabinete na Prefeitura, nesta terça-feira, dia 7, uma comitiva representando a comunidade LGBT (gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros) para ouvir as demandas desta população. Na ocasião, o prefeito foi convidado para a festa no próximo dia 17, de 25 anos de fundação do Grupo Dignidade, organização representada no encontro por Toni Reis e David Harrad, que levaram os três filhos para conhecer o prefeito. Greca recusou o convite gentilmente, pois na data comemora o seu próprio aniversário.
 
Dentre as demandas ouvidas pelo prefeito estavam: a criação e uma lei municipal de proteção ao consumidor LGBT em estabelecimentos da cidade, a criação do conselho municipal LGBT, a manutenção de ações e parcerias estabelecidas na gestões anteriores, entre outras questões. Margarita se emocionou ao ouvir o relato de casos de travestis e transexuais em situação de risco feitas pela presidente do Transgrupo Marcela Prado, Rafaelly Wiest. 
 
Outra demanda da comunidade foi a criação de um núcleo para atuar como interlocutor da prefeitura e os movimentos, e o prefeito anunciou então a criação da Coordenação da Diversidade Sexual, na Superintendência de Direitos Humanos, na Secretaria de Governo. Coordenação esta inédita e que terá o jornalista Allan Johan, fundador da revista Lado A, como responsável. A notícia e a antecipação da demanda agradaram aos militantes. Allan Johan estava presente na reunião como convidado e soube do convite minutos antes do encontro. Nesta quinta-feira, foi anunciada oficialmente a equipe de Direitos Humanos da prefeitura, em evento em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, na Casa da Mulher Brasileira.
 
Participaram ainda da reunião, o secretário municipal da Saúde, Dr. João Carlos Gonçalves Baracho, além da advogada Dra. Ananda Puchta, voluntária na área de Direito Internacional do Grupo Dignidade e o militante Lucas Siqueira Dionísio, da área jovem da Aliança Paranaense LGBT.
 

Categoria: 

Tags: 




Comentar

Conteúdo relacionado