Argentina inaugura primeira estação de metrô LGBT do mundo

Os hermanos saíram na frente e inauguraram a primeira estação de metrô dedicada a um ativista da causa LGBT. Ela foi criada e nomeada em homenagem a Carlos Jauregui, um dos maiores ativistas argentinos, primeiro presidente da Comunidade Homossexual Argentina. Além do nome, a estação traz frases de Jauregui, pinturas, informações sobre como denunciar casos de homofobia, cuidados com DSTs e uma escadaria colorida. 
 
A estação fica em Buenos Aires, na Santa Fé, linha H. Estiveram presentes na inauguração, grandes nomes do ativismo latino americano, além do Chefe de Governo da capital argentina, Horacio Rodriguez. O evento mostrou, pela primeira vez, uma estação completamente pensada e construída para homenagear a comunidade LGBT. Obras representando Jáuregui, pinturas de dois homens se beijando, de mulheres se abraçando, deixam a passagem pelo subterrâneo mais colorida. 
 
Jauregui foi o fundador do Gays por los Derechos Civiles, uma organização que ajudou a escrever a história da homossexualidade no país. Ao lado de Cesar Cigliutti, organizou a primeira Parada do Orgulho Gay de Buenos Aires, em 1992. Cerca de 300 pessoas compareceram, mais da metade mascaradas, lutando contra a opressão.
 
 

Categoria: 

Tags: 




Comentar

Conteúdo relacionado