Comercial de empresa de lubrificantes é retirada do ar por ser considerada “gay demais”

A campanha da marca de lubrificantes Boy Butter, voltada ao público gay, conta com um modelo ruivo apenas de avental manuseando um batedor de manteiga, em poses sensuais e eróticas. O vídeo era transmitido Comcast TV de Chicago, indo ao ar em algumas cidades do Canadá, San Diego e em Los Angeles também. Mas as emissoras decidiram boicotar o comercial porque o seu público considerou o vídeo “gay demais”.
 
A comercial de apenas 30 segundos foi transmitido inicialmente nos intervalos do reality show RuPaul’s Drag Race, onde a parcela de telespectadores seria, majoritariamente, interessada na visão proporcionada pelo modelo de avental. Para o fundador da Boy Butter, o banimento do vídeo não faz sentido e teria sido precipitado pelo sexismo e homofobia dos empresários de televisão.
 
“Minha esperança é que, continuando a ampliar os limites do que é aceitável e agradável na TV, a Boy Butter consiga criar um espaço onde homens gays possam assistir a si mesmos, não apenas nos programas que assistimos, mas também na publicidade que os patrocina”, posicionou-se.
 
Confira o comercial:

 
 

Categoria: 

Tags: 




Comentar

Conteúdo relacionado