Filme paranaense sobre jovem transexual começa a ser filmado no segundo semestre

A produtora Beija Flor Filmes, especializada em obras de relevância social, está pronta para começar a gravar no segundo semestre de 2017 a obra “Alice Júnior - Resistir é Transformar” sobre uma adolescente trans que é obrigada a se mudar de Recife - PE para uma cidadezinha conservadora do interior do Paraná. O cronograma da produtora estima que o filme seja lançado em novembro de 2017 nos cinemas.
 
Com a verba de edital para a criação de um telefilme, de 52 minutos, a produtora criou ainda diversas campanhas online para arrecadação, o que permitiria transformar a obra em um longa para ir aos cinemas do país inteiro. Essa é uma das primeiras obras de referência sobre a transexualidade na juventude com referências brasileiras modernas. Ainda é possível ajudar a obra aqui.
 
O elenco traz a atriz trans Anne Celestino, de 18 anos, que vai interpretar a história fictícia de Alice. Uma comédia adolescente que se prende à personalidade da personagem para enfrentar a transfobia e o preconceito na fictícia cidade interiorana de Araucárias do Sul, para onde o pai de Alice foi transferido para estudar os segredos da rara fragrância da “Pinha Imperial”.
 
Um dos principais motrizes da história é busca do primeiro beijo de Alice. Ela teve que deixar Recife, onde viviam seus amigos e seu crush, para viver as descobertas da puberdade em um ambiente escolar opressor. É nesse ambiente que Alice enfrenta as crueldades por nunca ter beijado alguém, e as vontades de realizar esse desejo. 
 
A Beija Flor Filmes contou com a colaboração do roteiro de Luiz Bertazzo e direção de Gil Baroni para que essa história de representatividade trans no Paraná fosse possível. 


Assista um trailer do projeto:
 
 


 

Categoria: 

Tags: 




Comentar

Conteúdo relacionado