“Stealthing”: a perturbadora nova prática sexual que está assustando mulheres e gays

A última tendência sexual certamente não tem nada a ver com uma posição diferente ou novos sabores. Na verdade, é uma prática perturbadora e não consensual chamada de “stealthing” (furtivo, em português), que está sendo bastante usada por homens heterossexuais, garotos de programas e homens gays ativos adeptos do sexo casual. Ela consiste em retirar a camisinha durante a prática de penetração sem que o penetrado perceba, forçando uma relação bareback e uma ejaculação dentro do parceiro ou parceira.
 
A denúncia da prática foi realizada no Jornal de Colúmbia sobre Gênero e Direito. A defesa na parte de direito quer colocar a prática como uma forma de violência sexual, assédio e estupro. Em janeiro, a corte suíça condenou um homem por estupro depois que este retirou a camisinha durante o sexo com uma garota, que ele conheceu no Tinder, sem que ela soubesse ou tivesse autorizado.
 
A prática está sendo disseminada também no mundo gay, como uma forma machista de defender que o homem tem o direito sobre “espalhar a sua semente” da forma que quiser. Além da preocupação dos profissionais de Direito em enquadrar a prática dentro do crime de estupro, especialistas da Saúde estão em alerta para o aumento no número de gravidez não desejada e de transmissão de doenças sexualmente transmissíveis.

A prática já era comum entre carimbadores, que querem passar o vírus HIV de forma proposital. Entre a comunidade gay, a maior preocupação é com as várias infecções sexualmente transmissíveis como sífilis e hepatites, além da infecção pelo vírus HIV. Se você sofrer com alguma situação semelhante, ou conhecer alguém que relata a prática, incentive a denúncia e, se precisar, recorra nas primeiras 72 horas ao PEP.  O PEP é um tratamento de 30 dias com antirretrovirais que evita a infecção pelo HIV e está disponível na rede pública de Saúde, para casos de estupro e falha do uso do preservativo em situações de risco acrescido.

 

 

Categoria: 

Tags: 




Comentar

Conteúdo relacionado