Universidades americanas disponibilizam tampões em banheiros masculinos para trans

Diversas universidades dos Estados Unidos estão criando campanhas e disponibilizando tampões de graça, um tipo de absorvente comumente usado na América do Norte, no Brasil representado pela marca O.B.,  em banheiros masculinos. A iniciativa é uma forma de garantir que homens trans que ainda menstruam não passem por situações constrangedoras. A Universidade de Madison-Wisconsin e o Bowdoin College são algumas das instituições que aderiram ao programa. 
 
Katrina Morrison, quem fez a proposta da iniciativa na universidade de Wisconsin, afirma que esse sempre foi um déficit dentro da universidade e que a disponibilização desse tipo de higiene é uma necessidade. Apesar de a mídia local ter criado caso sobre o assunto, outras instituições do país já aderiram a prática e anunciaram a inclusão de tampões em banheiros espalhados por todo o campus, tanto em banheiros femininos, quanto masculinos. 
 
Entretanto, apesar da campanha de inclusão. Diversos tampões foram jogados fora dos banheiros masculinos sem serem usados. Algumas universidades registraram casos de recusa dos estudantes e até vandalismo, com tintas sujando os tampões, ou até mesmo estudantes defecando nos recipientes de armazenamento em atos transfóbicos.
 
O corpo executivo da Universidade Brown também tentou criar uma iniciativa similar. “Nós tentamos criar um tom de inclusão às pessoas trans, lembrando que eles são uma parte importante da nossa comunidade”, explicou o presidente estudantil da Brown, Viet Nguyen. Ele explica que o corpo estudantil, em certa parte, foi contrário ou receoso com a implementação e que muitos não entenderam a ação. Para ele, é preciso trabalhar em uma explicação, uma campanha de conscientização.
 
 
 

Categoria: 

Tags: 




Comentar

Conteúdo relacionado