Após agir com transfobia e falar de Adão e Eva, Mara nega ser “homofóbica” e chora

Nesta quarta-feira (23/08), durante o programa Fofocalizando exibido pelo SBT, Mara Maravilha reagiu de forma preconceituosa a uma foto do novo visual de Ivana (Carol Duarte), personagem transexual da novela “A Força do Querer”, da Rede Globo. Mara soltou o seguinte comentário: “Deus fez Adão e Eva, agora inventaram Adão e Ivo. Ah, tá. A gente tem que respeitar, mas pra procriar, ainda é homem com mulher e mulher com homem”.
 
Após grande reclamação nas redes sociais, Mara fez uma postagem no Instagram, escrevendo abaixo de uma foto do seu rosto: “Aqui pensando, o que é intolerância para cada ser humano? muitas vezes o simples fato! Enquanto a mim, vivo em paz com o meu direito comum a todos: liberdade de expressão...e já que são Mara, sejam amor... No mais me perdoem se mesmo sem nenhuma intenção ofendi, vamos expandir literalmente tolerância!” A foto já possui aproximadamente 2 mil comentários, entre apoiadores da Mara e pessoas que consideram a sua declaração preconceituosa. 
 
A principal questão levantada pelos usuários contra o comentário de Mara de que para procriar tem que ser homem com mulher refere-se a fertilidade de Mara. Em 2015, a apresentadora declarou que não pode ter filhos de maneira natural. Alguns comentários do Instagram são: “Cadê sua cria?”, “Não é só o útero dela que é seco! a alma também.”, “Só homem e mulher procria pq VC não procriou? VC é gay mara?”.
 
Cabe lembrar que não é a primeira vez que Mara Maravilha é LGBTfóbica, entre suas declarações estão a crença na cura gay, achar que homens e mulheres homossexuais não devem se agarrar em público e o questionamento sobre quem o filho da cantora Neném chamaria de pai, já que ela era casada com uma mulher e estavam tentando engravidar através de inseminação artificial. 
 
No programa Fofocalizando da tarde de hoje (24/08), Mara voltou a tocar no assunto para pedir desculpas aos que se sentiram ofendidos com a declaração. “Fiquei muito chateada com o que aconteceu de ontem para hoje. Tive uma noite péssima, acordei pessimamente. Chorei muito. Se eu ofendi, me perdoem. Minha intenção é ser sincera com meus pensamentos. Não sou homofóbica.”
 
Após isso, os outros apresentadores do programa fizeram comentários defedendo a colega, que chorava. Vale ressaltar que dois dos seus colegas são Leão Lobo, gay assumido, e Mamma Bruschetta, que hoje identifica-se como mulher na TV, ou seja, uma personagem drag. Eles acusaram os gays de fazer patrulha e se aproveitarem da causa: pura hipocrisia.
 
E você, leitor da Lado A, concorda com os comentários de Mara Maravilha? Acha que ela está certa em expressar suas opiniões livremente ou acredita que ela foi preconceituosa? Pode toda vez soltar comentários desse tipo, causar e depois pedir desculpas? Você acha que Mara faz isso para voltar a aparecer na mídia?
 
 




 

Categoria: 

Tags: 




Comentar

Conteúdo relacionado