Canadá prestes a lançar passaporte e outros documentos com gênero "neutro"

O Canadá é realmente um pais de primeiro mundo. Novamente um passo à frente, o país presentará brevemente passaportes inclusivos em termos de gênero. O governo canadense irá introduzir uma categoria de gênero adicional nos seus passaportes e em outros documentos governamentais, a partir de 31 de agosto. Os canadenses poderão então escolher se identificar como homens, mulheres ou simplesmente com um "X" em seus documentos. 
 
Segundo o ministro da imigração, refugiados e cidadania do país Ahmed Hussen, o objetivo é representar "igualdade para todos os canadenses". O Canadá vem ganhando destaque em todo o mundo nas questões humanitárias e agora com seu interesse na integração e na garantia de direitos das pessoas trans. Recentemente, o primeiro ministro Justin Trudeau nomeou um conselheiro especial para coordenar os esforços do governo para promover a igualdade para os indivíduos lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros. 
 
Segundo o Governo Federal do Canadá, a intenção é vir a facilitar a obtenção de passaportes, documentos de viagem ou de imigração que correspondam melhor à identidade de gênero das pessoas. Segundo o porta-voz da agência federal que emite documentos de viagem, os canadenses poderão mudar o sexo em seu passaporte a qualquer momento, mas o país espera que a nova política de gênero ajude a ampliar as opções disponíveis para as pessoas de forma definitiva em outras áreas, e não seja apenas um direito "passageiro".  
 
Além do Canadá, outros países têm a opção de um terceiro sexo em seus passaportes, ou fogem do binarismo, ou apresentam uma opção neutra: Austrália, Bangladesh, Alemanha,  Índia, Malta, Nepal, Nova Zelândia e Paquistão seguem os mesmos princípios. 

 

Categoria: 

Tags: 




Comentar

Conteúdo relacionado