Parada do Orgulho LGBT+ de Florianópolis é cancelada novamente

O prefeito de Florianópolis/SC, Gean Loureiro, desautorizou a Parada do Orgulho LGBT+ que ocorreria em 10 de setembro de 2017. A razão para o cancelamento segundo assessoria do prefeito, é de que a Avenida Beira Mar Norte, local onde aconteceria a Parada, não pode mais ter o trânsito interrompido, causando o cancelamento do evento programado em cima da hora, mais uma vez.
 
A Comissão Permanente de Organização (CPOLGBT) divulgou nota explicativa sobre o cancelamento. Segundo os organizadores, desde junho de 2017 foram protocolados 22 ofícios solicitando os devidos alvarás e licenças para o evento, em especial, a licença para bloqueio de trânsito, 1072/2017, que foram devidamente autorizados e expedidos pela Guarda Municipal e pela Prefeitura. Logo em 1 de agosto de 2017, foram expedidos os ofícios n°384 da Secretaria Municipal de Turismo (SETUR) e nº 1287 do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), para realização do evento na Avenida Beiramar Norte.
 
A supresa veio em 15 de agosto de 2017, quando a CPOLGBT foi notificada sobre a desautorização de realizar a Parada LGBT+ na Avenida Beira Mar Norte, sugerindo que fosse realizada então na Avenida Beira Mar Continental, do outro lado da ponte Hercílio Luz, sob a justificativa de não possuir mais autorização para bloqueio do trânsito e não dispor de policiais suficientes para o evento. O prefeito afirmou ainda que a prefeitura não possui recursos suficientes para o pagamento de hora extra aos policiais, então a organização porpõs levantar os vaores a serem pagos, mesmo assim a prefeitura foi inflexível. 
 
Com atrações confirmadas para o evento que aconteceria tradicionalmente na Avenida Beiramar Norte, os patrocinadores privados não concordaram com a mudança do local da Parada e cancelaram todo o auxílio financeiro.  Em contrapartida, os organizadores formados por mais de dez entidaes LGBT, continuam tentanto a autorização junto à prefeitura para que o evento seja realizado em seu palco tradicional, a Avenida Beira Mar Norte, aguardando audiência para negociar pessoalmente com o prefeito. Para dar tempo aos trâmites dos processos, a Parada do Orgulho LGBT+ de Florianópolis foi transferida para o dia 19 de novembro, em local ainda a ser definido. 
 
Em protesto à negativa da prefeitura, será realizado um ato LGBT+, na Avenida Beira Mar Norte dia 10 de setembro, data inicial da Parada do Orgulho LGBT+. 
 
 

Categoria: 

Tags: 




Comentar

Conteúdo relacionado