Conhecido artista drag e ativista gay é morto em plena rua em São Francisco

O conhecido DJ, artista e ativista  Anthony Torres, também conhecido pelo seu nome de drag “Bubbles”, foi assassinado a tiros na madrugada de sábado, por volta das 3h, nas ruas do bairro de Tenderloin, em San Francisco, Califonia. Segundo testemunhas, depois de tocar em uma casa noturna da região, ele foi abordado por um homem, e que começaram a discutir logo em seguida. Apesar do relato, a polícia não está tratando como um crime de ódio.
 
Torres tinha 44 anos, e era um conhecido ativista da cidade, organizando marchas e eventos. Sua personagem Bubbles, criada há 20 anos atrás, era famosa por usar uma peruca de colméia, batom rosa brilhante, óculos grandes, e jóias volumosas. Natural do Arizona, em entrevista ao jornal local San Francisco Chronicle, ele disse: “Bubbles é uma fuga dos dias mundanos, e San Francisco me permite fazer isso. É como se fosse uma brincadeira”.
 
Traci Houston, amigo próximo de Torres disse: “Ele adorava encarnar Bubbles. Ele se mudou para a cidade procurando amor, e determinado a fazer fama”. Também disse que recentemente, ele estava planejando sair de São Francisco, para começar um novo capítulo de sua vida.
 
Outro de seus amigos, Jim Reilly, disse com indignação: “A cidade perde um querido personagem, amado pelo seu ativismo e sua arte. Por toda a dedicação que ele dava ao seu trabalho, é muito desconcertante saber que ele sofreu uma morte nessas circustâncias, num bairro famoso por aceitar e dar suporte a comunidade LGBT”, disse sobre a morte do amigo.
 
O bairro de Tenderloin é famoso na história dos direitos gay dos Estados Unidos, sendo onde ocorreu um dos primeiros protestos contra a polícia em 1965, e por ter formado uma das primeiras vizinhanças gay do país, antes mesmo do famoso bairro de Castro.
 

Categoria: 

Tags: 




Comentar

Conteúdo relacionado