Nova campanha da Globo pede respeito às pessoas LGBTs e pisa muito

Na última terça, 29, a Rede Globo começou a divulgar na TV e na internet, o mais novo vídeo da campanha "Tudo Começa Pelo Respeito", que pede mais respeito aos LGBTs, sobretudo às pessoas trans. O vídeo traz imagens de vários transgenêros junto com uma narração dizendo frases como: “Um dia você vai ver que não somos apenas trans; que somos arquitetos, médicos, professores” e “Um dia você não vai ver o que vestimos, mas o que sonhamos”. 
 
A campanha quer chamar atenção, principalmente, para uma maior aceitação de pessoas trans no mercado de trabalho. Segundo dados da Rede Nacional de Pessoas Trans do Brasil (RedeTrans), 82% das mulheres transexuais e travestis abandonam o ensino médio entre os 14 e 18 anos em função da discriminação na escola e pela falta de apoio familiar. Sem opção, 90% acabam na prostituição, ficando mais suscetíveis a violência:  somente em 2016, 144 pessoas trans foram assassinadas no Brasil, e até o momento, já há 124 mortes de transgêneros no país durante 2017, formando o grupo que, proporcionalmente, mais sofre com a violência na comunidade LGBT, segundo dados do Grupo Gay da Bahia (GGB).
 
O vídeo faz parte da campanha Tudo Começa Pelo Respeito, ação da Rede Globo em parceria com a UNESCO, UNICEF, UNAIDS e ONU Mulheres, que pretende ampliar a discussão sobre os direitos de mulheres, idosos, LGBTs, negros, deficientes, religiosos, soropositivos, e públicos vulneráveis a discriminação e o preconceito. Outros filmes que também fazem parte da campanha, e incluem “Homofobia Tem Cura. Procure Tratamento Urgente”, com narração de Carmo Della Vechia, e Marco Nannini pedindo respeito ao casamento gay. Confira:
 










 

Categoria: 

Tags: 




Comentar

Conteúdo relacionado