Pegação: bar só para homens é tendência no Rio e em São Paulo

Uma nova tendência de bar gay está surgindo no Brasil: os que você pode, digamos, ficar mais a vontade, livre para fazer o que quiser. Exemplo disso, é o Seven Cruising Bar, que já possuía uma unidade no Rio de Janeiro, e que agora chega também em São Paulo e tem projeto de abrir mais um endereço em São Paulo. O estilo já é famoso lá fora desde sempre mas por aqui a preferência era pelas saunas.
 
Aberto todos os dias, das 10h as 22h, ao entrar no Seven, você vai receber da recepção, uma chave para os armários, que servem para guardar seus pertences, objetos e roupas. Sim! Você pode entrar como quiser: vestido, de cueca, jockstrap, sunga ou sem nada, fica a sua escolha. O bar em questão, é cheio de jogos de luzes, fumaça, música e muitos drinks para escolher, criando um clima intimista para os clientes. Uma TV exibindo filmes pornográficos e vários sofás espalhados formam a “Sala do Fetiche”; ao lado, há um corredor escuro com várias cabines, pra quem quer uma aventura mais íntima, com glory holes conectando umas as outras. Quanto a prevenção, camisinhas e lubrificante são distribuídos gratuitamente pelo local, para a galera se jogar sem preocupação.
 
“O Seven Cruising Bar é um bar onde os caras podem ficar totalmente a vontade”, diz Pedro Ubaldino, responsável por inaugurar a unidade de São Paulo. A estrutura do bar, que lembra muito a das saunas, se difere pelo público eclético que frequenta: “Muitos casais de namorados vão semanalmente no Seven Cruising Bar. Um cara pode estar a procura de um relacionamento sério, mas enquanto ele não acontece, vai no Seven para relaxar com outros caras. O bar não trabalha com prostituição e essas coisas, isso faz com que a galera mais jovem, entre 18 a 28 anos, crie um clima mais leve, um clima de diversão e pegação mas sem aquela negatividade de outros lugares. Amigos vão para beber uma cerveja depois do trabalho.”, comenta. Também diz ser uma solução para os ‘sem local’ dos apps de pegação: “Uma das grandes dificuldades de caras solteiros, em especial os universitários, é que eles geralmente não têm local, ou por que dividem o quarto onde dormem com amigos, ou ainda moram com os pais etc. O Seven é o local ideal para que você possa encontrar aquele carinha do Grindr ou do Scruff sem ter que pagar um motel caro para isso.”, diz Pedro.
 
A entrada custa só R$ 23 reais e a programação é variada durante a semana, oferecendo descontos específicos para cada público: segunda-feira é o dia dos universitários; terça é dos marombeiros, fisiculturistas e frequentadores de academia; a quarta é dos negros, mulatos, e seus admiradores, quinta é dia dos recatados; sexta é o dia do sedento, quando a casa lota; sábado é o dia do esquenta pra balada; e domingo é o pós-balada, porque a diversão nunca acaba. Há também as festas especiais, como a Safado e a Blackout, onde rolam shows de sexo ao vivo, com a turma interagindo com os modelos durante a performance, e tudo mais! Nesses dias a entrada fica por R$ 40 reais. Em Curitiba, a Dragon Vídeo tem proposta parecida, mas sem serviço de bar. Em Florianópolis há a Hunter Video e Porto Alegre conta com diversas opções.

 
Ficou curioso e quer saber mais? Segue o contato:
 
Seven Cruising Bar - Rio de Janeiro
Praça da República, 141, segundo andar, Centro, Rio de Janeiro – RJ
Tel: 21 2242-2550
WhatsApp: 21965069136
 
Seven Cruising Bar - São Paulo (Consolação)
R. Rêgo Freitas, 529 - República (Centro), São Paulo - SP
Tel: 11 3237-1316
WhatsApp: 11943440887
 

 

Categoria: 

Tags: 




Comentários

Comentar

Conteúdo relacionado