Programa de computador identifica quem é gay por meio de fotos

Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Stanford, está causando polêmica. Com o desenvolvimento de uma inteligência artificial, após compilar dados obtidos por meio de fotografias de 35.326 pessoas, pesquisadores afirmam que é possível determinar a orientação sexual de alguém somente analisando uma imagem de seu rosto. 
 
O experimento tem como um dos pesquisadores o Dr. Michal Kosinski, 34 anos, que em seu trabalho, escrito em Stanford, demonstra que uma inteligência artificial é capaz de determinar se uma pessoa é gay apenas com a análise de uma foto na internet.  
 
Segundo Michal, as chances de acerto são de 81% para homens e 74% para mulheres e ainda se forem analisadas cinco fotos, a chance de acerto pula para 91% para homens e 83% para mulheres. Já taxa de acerto de seres humanos na mesma análise não ultrapassa 61% para homens e 54% para mulheres. 
 
Segundo os pesquisadores, a análise é consistente com a teoria de hormônios pré-natais e orientação sexual, que sugere que homens e mulheres gays tendem a possuir morfologia facial, expressões e estilos atípicos. Os próprios pesquisadores, alertam a possibilidade de governos autoritários usarem esse tipo de análise para expor gays onde há perseguição, e identificarem seus "alvos". 
 

Categoria: 

Tags: 




Comentar

Conteúdo relacionado