Chef Paola Carosella ministra curso de culinária voltado às pessoas trans

Durante mais de 20 dias a jurada do programa Master Cheff, Paola Carosella, ministrou um curso de culinária voltado exclusivamente para pessoas transgênero em São Paulo. Formado por 25 pessoas, a turma da cheff argentina aprendeu diversas técnicas divididas em nove módulos disciplinares.  
 
O curso abordou atividades principais de uma cozinha de restaurante, como o controle de ingredientes e resíduos, estocagem de alimentos e o preparo de pratos básicos. Os assuntos de trabalho como legislação, hora extra e leitura de holerite também foram lecionados. 
 
"E quem mais aprendeu de todas e todos fui eu. Obrigado.", escreveu Paola em seu Twitter no dia 11 de dezembro, após o término do curso. No Facebook, a jurada postou um vídeo com imagens emocionantes de todo o processo do curso. 
A iniciativa vem de uma parceria com o Ministério Público do Trabalho, com a Organização Internacional do Trabalho (OIT), Paola Carosella e seu sócio Benny Goldenber, Faculdade Hotec e Txai Consultoria e Educação. Os participantes foram selecionados através do projeto Transcidadania, da Prefeitura de São Paulo, que presta serviço de apoio às pessoas trans em situação de rua ou vulnerabilidade social. 
 
O objetivo do curso é profissionalizar as pessoas trans, uma vez que este grupo tem extrema dificuldade para entrar no mercado de trabalho e acabam marginalizados. Representantes de empresas como Facebook, Unilever e Bradesco participaram da reunião de lançamento do curso, em novembro, e se comprometeram a aumentar seus quadros de funcionários com pessoas transgênero. Com a finalização do curso, Paola deve contratar os cinco melhores alunos para trabalhar em seu restaurante. 
 
Segundo um estudo levantando pela Articulação Nacional de Travestis e Transexuais (Antra), 90% das travestis e transexuais brasileiras tiram seu sustento através da prostituição. As situações de exposição e rejeição familiar junto com as demais instituições sociais como escola e trabalho, empurram esse grupo desde muito cedo para situações degradantes e perigosas. 

 
 

Categoria: 

Tags: 




Comentar

Conteúdo relacionado