Homem é mantido em cativeiro com coleira pelo próprio companheiro

Um homem de 48 anos procurou a polícia de Portugal nesta terça-feira (19) após ser mantido em cativeiro por seu companheiro. O crime aconteceu na casa onde a vítima morava com seu marido há pelo menos 20 anos, localizada em Vila Nova de Gaia, região metropolitana da cidade de Porto. A vítima prestou queixa à Guarda Nacional Republicana (GNR).
 
Além de ser privado de sua própria liberdade, o homem sofreu agressões psicológicas e físicas. Durante três meses a vítima foi mantida presa por correntes e uma coleira, e sofreu até mesmo estupros. Desde os desentendimentos do casal que começaram em agosto, o agressor proibia seu companheiro de sair de casa, mantendo portas e janelas trancadas. A vítima era mantida trancada no escuro até que seu companheiro retornasse para casa e começasse os espancamentos.
 
Ao conseguir fugir, ainda muito machucada e abalada, a vítima se refugiou na casa de amigos em Vila Verde, no distrito de Braga, a 57 quilômetros de Porto, onde está escondido até que se concluam as investigações.  Apoiado e encorajado pelos amigos, a vítima prestou queixa às autoridades. A polícia realizou vários exames de corpo e delito e o homem foi ouvido pelo Tribunal de Braga que encaminhará o caso à Polícia Judiciária de Porto, já que crime aconteceu nas imediações dessa cidade. 

Categoria: 

Tags: 




Comentar

Conteúdo relacionado