Padre anglicano pede desculpas por pedidos de oração para que príncipe George seja gay

Provost Holdsworth, dirigente da catedral de Glasgow, fez um post em seu blog sobre o pedido do padre Kevin Holdsworth para que o principe George fosse gay. O clérigo deseja se retratar com a família real e comunidade cristã. "Esta semana, este antigo post recebeu muita atenção da mídia, muitas pessoas presumindo que era uma nova postagem e parte de um comentário sobre a Família Real, em vez da igreja. O post foi inteiramente sobre a igreja e suas políticas em torno da inclusão LGBT.”, explicou o dirigente. 
 
Parece que vale tudo mesmo para aparecer no reino da internet. O padre Kelvin Holdsworth, da Igreja Episcopal Escocesa e reitor da Catedral de Glasgow pediu orações para que o príncipe George, que hoje tem quatro anos de idade, seja gay. A criança é o terceiro na linha de sucessão ao reinado da Inglaterra e o pedido do padre visa que, quando adulto, George interceda para a legalização do casamento gay no país.
 
Kelvin Holdsworth fez seu pedido através de um post polêmico em seu blog. Rapidamente a publicação viralizou na internet e levantou vários comentários e críticas. Sobre a legalização do casamento gay pelas mãos do príncipe George, o sacerdote escreveu que todos os fiéis têm a "opção de rezar, na privacidade de seus corações (ou, em público, caso se atrevam), para que o Senhor abençoe o príncipe George com o amor, quando crescer, de um bom jovem cavalheiro". 
 
A Igreja Anglicana não aceita o casamento gay, mas sua representante escocesa, a qual o padre Kelvin faz parte, aceita. "Um casamento real ajudará a solucionar as coisas de maneira incrivelmente fácil, apesar de termos que esperar 25 anos para que isso aconteça", escreveu o padre, sugerindo que George se case com alguém do mesmo sexo. 
 
A postagem foi muito criticada pelos membros religiosos. Gavin Ashenden, que já foi ministro religioso da rainha Elizabeth II, considerou a proposta "desagradável e desestabilizadora, e equivale a uma maldição", conforme declarou ao jornal Chistian Today. "As expectativas de todos são que George reine um dia e produza um herdeiro biológico com uma mulher a quem ame”, acrescentou. 
 
 

Categoria: 

Tags: 




Comentar

Conteúdo relacionado