Arquivo importado

Blocos de Carnaval LGBT agitam as ruas de Curitiba

Redação Lado A23 de Janeiro, 201812h43m

COMPARTILHAR

TAGS


Em meio a tanta LGBTfobia durante o ano, Curitiba recebe blocos que representam a comunidade LGBT durante o seu famoso pré-Carnaval. As músicas e fantasias são compostas e produzidas por todos que quiserem participar. Conversamos com o bloco “Fogosa” e a bloca, sim, no feminino, “Saí do Armário e Me Dei Bem”. 
 
O Bloco Fogosa é comandado pelo artista Siamese e aborda não somente questões de gênero e sexualidade como também versa sobre o racismo estrutural. O projeto foi idealizado também como um espaço para promover artistas locais, tendo o apoio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura, a Fundação Cultural de Curitiba e Prefeitura de Curitiba, além dos apoiadores: APPAD (Associação Paranaense da Parada da Diversidade), Catuaba Selvagem e Dom da Terra Afro LGBTI.
 
Os produtores desse projeto, Giovanni Cosenza e Willian Klimpel, buscam proporcionar uma atmosfera festiva e informativa, pois trazem também duas rodas de conversa com os temas “Empoderamento através da moda Afro” e “AIDS e HIV”. 
 
As pessoas interessadas em desfilar no Bloco Fogosa durante o carnaval previsam enviar nome, RG e celular para o e-mail seresfogosos@gmail.com. Os links de Facebook e Yooutube trazem maiores informações sobre o artista Siamese e o novo evento do Bloco Fogosa. 
 
Acesse: 
 
Saí do Armário e Me Dei Bem 
A bloca “Saí do Armário e Me Dei Bem” surgiu do encontro entre batuqueiras e batuqueiros LGBTIQ+ de outros blocos de Curitiba, mas que sentiam vontade de terem um bloco em que pudessem protagonizar todos os momentos, desde a escolha do “repertório” até a construção do estandarte e manutenção dos instrumentos. A ideia era curtir o Carnaval sem LGBTIQfobia e mostrando que Curitiba tem LGBTIQ+ e tem Carnaval.
 
Nas primeiras conversas os organizadores decidiram juntar o nome da Bloca e, no dia 8 de fevereiro de 2017, aconteceu a primeira reunião em que criaram o estandarte com as cores da bandeira da diversidade. O hino veio em seguida, uma criação de Letícia Martins, que fala da dor e da beleza de sair do armário.
 
Após o Carnaval de 2017, o grupo foi agregando foliãs pelo caminho e continuou fazendo saídas mensais por todo o ano de 2017. Tocaram na Marcha pela Diversidade, no mês da visibilidade lésbica e na manifestação pela liberdade de orientações sexuais e identidades de gênero, quando a Justiça Federal do Distrito Federal flexibilizou uma Resolução do Conselho Federal de Psicologia, permitindo terapias de reorientação sexual, a chamada “cura gay”.
 
“A grupa segue” a tradição do pré-Carnaval de Curitiba, inspirados no pioneiro bloco Garibaldis e Sacis, especialmente em figuras LGBITQ+ fundamentais, como o carnavalesco Itaercio Rocha. A bloca fará mais uma saída neste pré-Carnaval, na sexta-feira, dia 26/01, a partir das 19h30, concentrando no Paço da Liberdade indo em direção ao Relógio das Flores.   
 
Para as pessoas interessadas em participar do evento, basta acessar o link do Facebook para maiores informações: 
 

 

Redação Lado A

SOBRE O AUTOR

Redação Lado A

A Revista Lado A é a mais antiga revista impressa voltada ao público LGBT do Brasil, foi fundada em Curitiba, em 2005, pelo jornalista Allan Johan e venceu diversos prêmios. Curta nossa página no Facebook: http://www.fb.com/revistaladoa

Banner Marcação 1000x220

COMPARTILHAR

TAGS


COMENTÁRIOS
valentino outlet online valentino outlet online valentino outlet online valentino outlet online valentino outlet online valentino outlet online casadei outlet online casadei outlet online casadei outlet online casadei outlet online casadei outlet online casadei outlet online balenciaga pas cher chaussures balenciaga pas cher chaussures balenciaga pas cher chaussures balenciaga pas cher chaussures balenciaga pas cher chaussures balenciaga pas cher balenciaga outlet saldi italia balenciaga outlet saldi italia balenciaga outlet saldi italia balenciaga outlet saldi italia balenciaga outlet saldi italia sac lancel pas cher balenciaga pas cher