Novelas da Rede Globo exibem casais homossexuais em quase todas as suas produções

A emissora de televisão Rede Globo tem retratado cada vez mais a diversidade LGBT. Depois de apresentar a personagem transgênero Ivana na novela “A Força do Querer”, a emissora exibe casais homoafetivos com direito à beijo exibido em rede nacional e causa alvoroço nas redes sociais. 

A novela “Malhação - Viva a Diferença”, em sua edição que começou em 2017, vem quebrando diversos tabus. O mais recente foi o beijo lésbico entre as personages  Lica (Manoela Aliperti) e Samantha (Giovanna Grigio), em cena que foi ao ar na terça-feira, 2 de janeiro, e causou muitos comentários na internet. As duas personagens conversavam na rua quando Samanta beijou Lica. "Eu pensei no que a gente conversou, e eu cheguei à conclusão que eu sou muito mais corajosa do que eu pensava. Eu não sei onde isso vai dar, mas também não estou nem aí", disse Samantha antes de beijar a “amiga”. "Garota! Você é louca mesmo!", exclamou Lica com um sorriso. Nas redes sociais, os fãs da dupla apelidaram o casal de “Limantha”. Muitos comemoraram a cena que foi a mais comentada em 22 anos da novela “Malhação”. 
 
Nos próximos capítulos, as jovens Samantha e Lica devem dar mais um passo na relação. Segundo informações da emissora, Samantha visitará Lica para estudar e as duas terão sua primeira relação sexual lésbica. A cena não vai ao ar mas ficará subentendido como todas as cenas sexuais de “Malhação”. 

Na mesma trama teen das 17h30, mais um personagem irá compor o um homossexual. Gabriel (Luis Gaves) que apareceu recentemente na novela como filho do comerciante e músico Roney (Lúcio Mauro Filho) assumirá que é gay. Após sofrer bullying na escola e ter que lidar com a rejeição do pai, Gabriel será acolhido depois que sua irmã, Keyla (Gabriela Medvedovski), convence Roney a entender e aceitar a sexualidade do irmão. 
 
Na novela das 19 horas, “Pega Pega”, o último capítulo será revelador. No dia 8 de dezembro o casal formado pelo gerente de hotel Douglas (Guilherme Weber) e o delegado Siqueira (Marcelo Escorel) assumirão um relacionamento e, para surpresa dos espectadores, a família e amigos dos personagens aceitarão a novidade. Douglas já mantinha uma vida paralela desde o começo da trama, atuando como gerente e como drag queen de uma boate gay, a Strass. Siqueira faz parte do núcleo policial da novela, e a aceitação dos colegas de trabalho será igualmente acolhedora. O novo casal estará presente com seus filhos no casamento dos colegas de farda de Siqueira, Júlio (thiago Martins) e Antônia (Vanessa Giácomo). "Sisi quer distância dessa vida de crimes, não é meu anjo?", dirá Douglas. "Eu agora sou um feliz administrador da boate Strass", afirmará o ex-delegado. 
 
Em “O Outro Lado do Paraíso”, das 21h, o psiquiatra Samuel (Eriberto Leão) será flagrado por sua mãe usando uma calcinha, enquanto espera seu amante Cido (Rafael Zulu). Apesar de desmaiar, a mãe pede desculpas ao filho por não entendê-lo e admite que sempre soube que ele era diferente. O capítulo foi ao ar nesta quinta (4) e emocionou o público. O médico porém diz que irá continuar casado com Suzy (Ellen Rocche) e pede sigilo para a mãe.

E na série "Entre Irmãs", exibida às terças às 23 horas, o personagem Degas (Rômulo Estrela) é um homossexual enrustido da alta sociedade, que vive um casamento de fachada com Emília (Marjorie Estiano), uma das protagonistas da trama de Breno Silveira.

 

Categoria: 

Tags: 




Comentar

Conteúdo relacionado