Arquivo importado

Presépio com casal gay e prostituta é retirado de exposição no Rio de Janeiro

Redação Lado A02 de Janeiro, 201821h15m

COMPARTILHAR

TAGS


Mais uma exposição artística foi censurada no Brasil. Desta vez, um presépio foi retirado de uma exposição em um convento do Rio de Janeiro por conter entre seus personagens uma prostituta e um casal gay. A exposição tinha o objetivo de representar os excluídos socialmente junco com figuras sagradas com o menino Jesus e a Virgem Maria.

O trabalho do artista plástico Luciano de Almeida estava em exposição no Convento de Santo Antônio, no Centro do Rio. A obra já passou por São Paulo, Alemanha e Itália, mas foi no Rio de Janeiro que encontrou a censura. Segundo informações do jornalista Ancelmo Gois, os curadores da exposição retiraram o presépio “a fim de evitar escândalos que em nada contribuem para fomentar o Espírito de Natal”. Um pano  preto com mensagens bíblicas foi colocado no local em substituição à arte.

A Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil, uma das mantenedoras do convento, afirmou em nota que a retirada da exposição aconteceu porque gerou uma compreensão equivocada do objetivo da arte, que seria uma provocação artística sobre acolhida e misericórdia. “Aquele que não veio para condenar, mas para salvar, sonha como um mundo onde o respeito seja a regra e, o amor, a lei maior”, escreveu a instituição que disse ainda que espera que os indignados com a exposição possam se importar mais com os casos de exclusão que geram sofrimento e morte.
 
A curadoria da mostra e o diretor do convento, o frei Róger Brunorio, não se pronunciaram oficialmente sobre o ocorrido. 
 
Redação Lado A

SOBRE O AUTOR

Redação Lado A

A Revista Lado A é a mais antiga revista impressa voltada ao público LGBT do Brasil, foi fundada em Curitiba, em 2005, pelo jornalista Allan Johan e venceu diversos prêmios. Curta nossa página no Facebook: http://www.fb.com/revistaladoa

Banner Marcação 1000x220

COMPARTILHAR

TAGS


COMENTÁRIOS