Coisas de mãe

Por Raquel Gomes

Dia dos Pais

PAI – esta palavra nos remete à: proteção, força, carinho, amor,  alguém sempre  presente com  quem podemos  contar, pessoa  de  extrema importância em  nossas  vidas. Aquele  que  nos  alimenta  física  e  emocionalmente, enquanto  dependentes.

Como em  todos os  casos há  exceções,  pais  que  não  souberam ser  pais, que não  tiveram  o privilégio de  amar, e  serem  chamados de  PAI.
 
Mas  hoje, estou  falando dele, o CARA, o PAI  verdadeiro.




Sou feliz, meu filho é gay

Sou mãe de três rapazes jovens, saudáveis, inteligentes, dois são heterossexuais e um deles é homossexual.

Todos foram criados e educados com muito carinho e amor e de maneira semelhantes, claro que tivemos vários problemas mas conseguimos juntos superá-los. Sempre fui uma mãe super protetora, atenta a tudo, querendo participar da vida de meus filhos e muitas vezes até sendo até inconveniente  confesso.




Nossa força interior

Na atualidade, problemas sérios afligem os seres humanos, desde problemas emocionais, sentimentais, psicológicos, financeiros, de saúde, entre outros.  Muitos desses tomam proporções monstruosas e nos parecem sem solução. Daí bate aquele desânimo para lutar e enfrentá-los; pode virar depressão, angústia. Mas, de repente, surge uma força inexplicável que nos dá ânimo e mostra as várias soluções e caminhos para resolverem os problemas.




Vida sem amor, é possível?

AMOR sentimento maior e amplo. Mas, o amor, ao qual me refiro neste texto, é o amor de casal, de seres que desejam viver para sempre com um parceiro, com amor incondicional.

Como é da natureza humana, todos nós nascemos para sermos felizes, em certa altura de nossas vidas, deverá aparecer o nosso príncipe ou princesa encantado, nossa alma gêmea, com a qual viveremos felizes para sempre.




Parada...

   
Na "minha época" e na de muitos leitores, o que sabíamos sobre parada era: Desfiles em datas comemorativas, como Paradas Militares, de Sete de setembro, das quais até participávamos com muito orgulho, com civismo.. Hoje em dia, temos também Parada do Orgulho Gay, e muitos se assustam, e já pensam em desordem, em demonstrações constrangedoras e escandalosas, em algo até pecaminoso.




Preconceito

Todos sofremos preconceitos e somos preconceituosos sim, em menor ou maior escala (ou níveis diferentes) julgamos as pessoas pela primeira impressão feio, bonito, gordo, magro, novo, velho, hetero, homo , suas atitudes, opções, com quem estão, a que grupo pertencem, onde moram, etnia, etc. Isto é PRÉ-CONCEITUAR as pessoas, julgar e tirar onclusões antes de conhecê-las verdadeiramente.




Páginas